By

Uma experiência interessante em Roma? No inverno o ritual do chá e no verão um ritual do sabre com champanhe! 

Ritual do Chá, para uma tarde quente e chique

Em 1840, a duquesa de Bedford, Anna, conquistada por um insistente fome e, portanto, incapaz de aguardar a hora do jantar, pediu para poder tomar um lanche com chá, pão, manteiga e biscoitos: esta seria a origem do chá da tarde. Um costume, um ritual, que primeiro conquistou todos os ingleses e depois uma grande parte do globo ao longo dos séculos e enriquecendo-se em termos de quantidade e qualidade.

roma ritual do cha e champagne 1

Essas misturas preciosas, hoje, são acompanhadas de iguarias doces e salgadas. O chá da tarde é bem conhecido também na Itália e em Roma tornou-se um verdadeiro culto.

No St. Regis, um hotel 5 estrelas de Roma, esse ritual é uma idéia mais que deliciosa, para uma experiência quentinha e gulosa, no inverno frio de Roma.

Todas as tardes, das 15 às 18h, no bar aconchegante do Hotel, em meio a estuques dourados e poltronas confortáveis, um sommelier de chá dá conselhos sobre a grande variedade de chás propostos, todos assinados pela Damman Frères, uma marca histórica e de renome internacional.

Para acompanhar o chá, primeiramente são servidos quitutes salgados como pequenos sanduíches com pepino, salmão ou creme de queijo e depois diferentes petits fours, e vários doces de pasticceria italiana, além de deliciosas geleias caseiras.  Tudo sobre as notas do pianista, muito agradável.

roma ritual do cha e champagne

Nós provamos e aprovamos. Chegamos às 17h e emendamos com o ritual do sabre (abaixo) e saímos do hotel às 21h! Foi uma ótima e deliciosa maneira de descansar depois de um passeio frenético por Roma.

Custo: 28 euros por pessoa, todos os dias das 15 às 18h.

 

Aperitivo com Ritual do Champanhe aberto com o sabre

The St Regis Rome Sabering Simone

Um ritual que remonta às batalhas de Napoleão Bonaparte, famoso por abrir o champanhe com seu sabre tanto na vitória como na derrota. Hoje a arte da sabrage tornou-se um elemento festivo e renomado.

No ambiente elegante da área do Le Grand Bar do hotel, com música lounge ao vivo com um dj, às 19h em ponto, o Simone, esse aí da foto, surpreende todos no Bar, abrindo o champanhe com o sabre, e todos que estão ali são convidados a degustar um Moët & Chandon.

E claro, estamos na Itália e por isso não poderia faltar o aperitivo, ou seja, todos os quitutes deliciosos que são servidos.

IMG 2147 2

Custo:

  • Moet & Chandon  €36  por pessoa
  • Moet & Chandon rosé €38 por pessoa

 

Este texto não é uma publicidade, é mesmo uma descrição de algo que fiz, gostei e postei aqui, inclusive pagamos os valores indicados acima por cada ritual. Repito o que respondi a uma leitora no Facebook, não é algo tipicamente romano, mas  foi relaxante, divertido e numa tarde fria e gelada de Roma, foi para mim, a melhor escolha!

 

Mais dicas:

Saiba mais:

*Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

The following two tabs change content below.
Deyse Ribeiro
Deyse Ribeiro mora na Toscana desde 2007, onde é guia de turismo habilitada, autora do blog Passeios na Toscana. Ela trocou as colinas de Minas pelas colinas do Chianti, o queijo mineiro pelo pecorino e a cachaça do interior pelo vinho Brunello, e começou uma vida nova “sob o sol da Toscana”. Entende o complexo mundo do turismo na Itália, é especialista em trufas (tartufo), fez curso de sommelier, e apaixonada por arte e história. Em 2017 abriu o Passeios na Toscana Reservas Turísticas.
Tags:
 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.