By

Casinhas brancas cujos telhados têm forma de cone… você já deve ter visto uma foto assim quando se fala da Puglia. Trata-se de Alberobello e seus trulli, que não são só uma bela imagem de cartão postal, mas um Patrimônio da Humanidade da Unesco graças ao seu excepcional exemplo de forma de arquitetura derivante de técnicas de construção pré-históricas.

Eu visitei Alberobello por 2 vezes, sendo que na segunda fui com um guia local que me explicou sobre o processo de construção das casas e contou algumas histórias bem legais sobre a região. Então neste texto vou contar um pouco como aproveitar sua visita e conhecer melhor a cidade e sua interessante história arquitetônica.

alberobello 16 1

 

O que são os “trulli”?

Do latim turris, trulla, ou do grego tholos, ou o torullosa do grego-bizantino, todos têm o mesmo significado, cúpula, são típicos edifícios que descendem de uma tradição milenar. Eles são similares às  habitações dos povos primitivos na forma externa: um cilindro coberto por um cone, mas tudo é uma construção original.

alberobello_17

Os trulli são inteiramente construídos em pedra, eles não possuem malta ou argamassa, ou madeira, ou outros meios de apoio ou ligação. É a forma primitiva, com meios primitivos, mas o que não é primitivo é a arte com que estes meios assim tão simples pode ser suficientes para alcançar uma estática admirável.

 

Os símbolos

Alberobello,Puglia

Os sinais misteriosos pintados na frente do cone dos trulli são símbolos mágicos e propiciatórios. Alguns de origem pagã, outros cristãos, isto porque a população foi formada por famílias de diferentes origens.

Alguns desses símbolos desenhados na parte de frente dos cones possuem vários significados, os mais comuns são: a proteção da família do mau olhado, a veneração de alguns deuses propiciatórios para uma boa colheita. Estes símbolos foram desaparecendo, e ao longo do tempo eles perderam o seu significado e valor, e os habitantes dos trulli acabaram não  mantendo viva esta tradição de seus antepassados.

alberobello_17

O que ver em Alberobello

Rione Aia Piccola

Alberobello surge sobre duas colinas. De um lado encontramos as construções recentes da cidade, do outro o conjunto de trulli, dividido em dois “rione” – uma espécie de bairro –, o Aia Piccola e o Monti.
alberobello_4
O Rione Aia Piccola é caracterizado por antigos trulli situados em ruas e vielas estreitíssimas. Quase todos os trulli deste bairro são destinados ao uso residencial.
Algo interessante que acontece no bairro é que, durante o Natal, é realizada a encenação de um presépio: dentro dos trulli é possível observar os habitantes vestidos com trajes de época, lembrando as antigas profissões.

Rione Monti

alberobello_18

O Rione Monti, o outro bairro, ao invés de ser repleto de vielas, é caracterizado por escadarias. Diferentemente do outro, os trulli de lá se tornaram ateliês de artesãos ou lojinhas de souvernir. Além disso, é possível visitar o interior de alguns trulli, mobiliados e decorados como antigamente.

Na parte alta do Rione Monti se encontra a Chiesa di Sant’Antonio, uma belíssima igreja em forma de trullo construída em 1927 e restaurada recentemente.

alberobello_12

Os trulli siameses

Ainda no Rione Monti, na Via Monte Nero, se encontram os chamados “trulli siameses”, caracterizados pela forma peculiar dos dois trulli unidos pela parte superior, um caso único em Alberobello. A forma deles provavelmente deve-se à idade remota da construção.

Os dois cones dos trulli cobrem duas casas que hoje são separadas, mas é provável que antigamente fossem comunicantes por uma porta. A frente de cada um deles dá para ruas diferentes e essa particularidade liga os trulli siameses a uma lenda, segundo a qual os trulli eram de dois irmãos que viviam juntos. Os dois se apaixonaram pela mesma moça, mas o problema é que ela tinha sido prometida ao mais velho, porém acabou se casando com o mais novo. O irmão mais velho expulsou de casa os dois pombinhos, mas o caçula exigiu a sua parte de trullo. Foi assim que dividiram o trullo e as entradas foram dispostas em ruas diferentes, de modo que o irmão mais velho não tivesse nem que ver o irmão e a cunhada. 🙂

O que ver em Alberobello

O trullo soberano

O trullo soberano

O trullo soberano (em italiano, trullo sovrano) se encontra próximo à zona dedicada aos pedestres, a na Piazza Sacramento, logo atrás da Basilica Minore dei Santi Medici . A peculiaridade do trullo soberano é que ele é o único de Alberobello com dois andares.

Construído na metade do século XVIII, constitui um raro exemplo de maestria e elevada técnica dos construtores de trulli. É curiosa também a escada que dá acesso ao andar de cima, encaixada na parede, cômoda e praticamente invisível. É possível visitar o trullo soberano todos os dias.

alberobello_7

Casa Pezzolla e o Museu do Território

A Casa Pezzolla é o maior conjunto de trulli comunicantes entre si que pode ser visitado em Alberobello. Se encontra entre a Aia Piccola e a Piazza del Popolo. Atualmente dentro deles se encontra o Museu do Território, onde é possível ver uma exposição permanente sobre as tradições arquitetônicas de Alberobello.

alberobello_9

Casa D’Amore

É a primeira casa onde se usou cal na construção. Ela foi erguida em 1797, quando Alberobello foi finalmente reconhecida pelo rei de Nápoles como Regia Città (Cidade Real). Daquele momento em diante, os habitantes não eram mais obrigados a construir suas casas com pedras “a seco”, sem revestimento. A Casa d’Amore representa o ponto de passagem entre a arquitetura dos trulli e as casas modernas de Alberobello.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Basílica dos Santos Médicos Cosme e Damião

O culto pelos santos médicos, Cosme e Damião, parece ter sido introduzido na metade do século XVII pelos Contes de Conversano Acquaviva, proprietários do feudo. Na selva de onde tem origem Alberobello, os contes construíram uma primeira igrejinha dedicada aos dois irmãos Cosme e Damião.

Os dois santos são os padroeiros de Alberobello e a basílica dedicada a eles é hoje uma igreja em estilo neoclássico, reformada e ampliada várias vezes ao longo dos séculos. A bela fachada neoclássica foi realizada em 1885.

Nos dias 25 e 26 de setembro é celebrada em Alberobello a Festa dos Santos Médicos, um evento folclórico com espetáculos e queima de fogos de artifício. Nesta ocasião, é possível degustar alguns pratos tradicionais, como a “carne al fornello”.

O Bosque

O nome Alberobello deriva de “Arboris Belli” (árvores belas) e a cidade justamente teve origem neste bosque de carvalhos que se encontra a cerca de 800m da zona urbana.  Hoje em dia o chamado “bosco selva”  se tornou uma área de proteção da biodiversidade onde há alguns percursos onde é possível observar espécies da fauna e da flora típicas do local.

alberobello_1

Os arredores de Alberobello

Pertinho de Alberobello se encontram muitos lugares interessantes para conhecer:

alberobello_16

Como chegar a Alberobello

O aeroporto mais próximo de Alberobello é o de Bari e de lá você pode contratar um transfer particular. Saiba mais AQUI.

 

Mais dicas

Saiba mais

* Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

The following two tabs change content below.
Itália para Brasileiros

Itália para Brasileiros

Itália para Brasileiros

Os últimos posts de Itália para Brasileiros (ver todos)

 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.