By

Sei que é comum quando pensamos na Puglia, pensar em lindíssimas praias de areia branca e mar cristalino. Mas você sabia que uma parte do território é muito orgulhosa dos seus lagos e baseia neles toda a atividade turística e econômica? Um desses lugares é Lesina, localizada no Gargano, norte da região.

Para quem vem descendo pela costa leste da Itália, chegando até a Puglia, Lesina (pronuncia “Lésina”) seria a porta de entrada na região, tanto que ela é chamada de “porta norte do Gargano”. Por este motivo, acaba sendo sempre um ponto de passagem, sobretudo para quem está viajando de carro. Por isso, se você faz uma viagem desse tipo, por que não aproveitar e conhecer uma outra faceta da Puglia?

 

O Lago de Lesina

Como escrevi anteriormente, quem vem descendo pelo litoral italiano ao longo da estrada costeira, dá logo de cara com o Lago de Lesina (cerca de 20 km de comprimento e cerca de 3 km de largura) e com o Lago de Varano (cerca de 10 km de comprimento e cerca de 8 km de largura). Eles são erradamente chamado de “lagos”, porque na realidade trata-se de lagoas salobras costeiras.

Lago de Lesina

A maravilhosa paisagem do Lago de Lesina no fim da tarde.

O Lago de Lesina é separado do mar por uma faixa de dunas, chamada Bosco Isola. Um verdadeiro bosque onde crescem carvalhos, zimbros, urzes e outros arbustos típicos da mata mediterrânea. O lago está conectado ao mar através de dois canais, que são o Foce Schiapparo no leste e o Acquarotta no oeste, onde você também pode admirar o chamado “Petre Nere”, um afloramento modesto, mas sugestivo, de rochas vulcânicas. A área é, em geral, uma reserva natural, com uma abundância de peixes (especialmente enguias) e onde os observadores de pássaros podem se divertir à procura de patos, garças e flamingos, mas também outras espécies de aves que param aqui na rota migratória da Europa para a África.

Lesina 1

Consegui ver os flamingos!

Além de observar pássaros, durante o verão também é possível praticar kite e windsurf. Tem até uma escolinha lá!

O que ver e fazer em Lesina

Lesina é acima de tudo um lugar para os visitantes que desejam descobrir a natureza, com a presença do lago, mar e vegetação exuberante, e também um grande parte de mata mediterrânea, com bosques, pinhais e dunas onde você pode admirar uma grande variedade de pássaros e outros animais, incluindo flamingos.

Lesina 3

O centrinho da cidade

Caminhar pela beira do lago

Ponto de encontro da população, a beira do lago de Lesina (que eles chamam lungolago) é ótima para fazer um passeio tranquilo, sobretudo no fim da tarde. O pôr do sol ali é incrível! Alguns pontos do lago são bem fotogênicos, perfeitos para aquelas fotos espetaculares do sol se pondo.

Há também barzinhos e um lindo pier que te permite caminhar “sobre o lago” e leva até uma área arqueológica no meio da água. À noite, ele fica iluminado e ainda mais bonito. Foi a partir de lá que eu consegui tirar a foto de abertura do post. Não parece uma paisagem do norte da Europa?

Lesina 4

A beira do lago no fim da tarde

Conhecer o Parque Ornitológico e o Centro Visite

O Centro Visite de Lesina pode ser o ponto de partida para uma visita em Lesina, inclusive porque o lugar funciona também como infopoint.

Sendo uma espécie de museu da flora, fauna e costumes locais, além de um aquário, lá é possível aprofundar o seu conhecimento de Lesina e os lagos da Puglia.

Lesina 7

E para aprender mais sobre a vida antiga dos pescadores, uma sala recria perfeitamente como era a casa deles, pobre, mas cheia de ferramentas úteis onde as famílias locais viviam há muitos anos.

No aquário é possível admirar quase todos os peixes que vivem na lagoa, como salmonetes, caranguejos e, lógico as enguias.

Lesina 8

Simpática, né?

Bem em frente ao Centro Visite fica o Parque Ornitológico, lar de muitas aves nativas, como patos selvagens, gansos e outras aves.

 

Um passeio de barco ou pedalinho pelo lago

É possível fazer um agradável passeio pelo lago a bordo de um barco ou então alugando um pedalinho. Fiz um um ótimo passeio no lago com o pitoresco Lagobus, chegando até o mar e passando pelo canal Acquarotta.

Reservar o Lagobus é muito simples: basta ir ao Centro de Visitantes (Centro Visite), que está localizado de frente para o parque ornitológico.

Lesina 11

O canal Acquarotta

Comprar queijos e outras delícias

Mesmo que você esteja só de passagem por Lesina, te aconselho a parar para adquirir uma das tantas excelências gastronômicas produzidas na cidade.

Por exemplo, eu adorei a lojinha da Azienda Agricola Turco (Contrada Cannella, 713, Lesina), líder na produção de molhos e outros derivados de tomate.

Lesina 5

Lojinha da Azienda Turco. Ela abre todos os dias, das 8h30 às 13h e das 16 às 19h30

Também não dá para resistir aos queijos produzidos em Lesina e dá para comprar de todos os tipos, tanto de vaca quanto de búfala. Para os queijos à base de leite de vaca, passe na loja da Agricola del Fortore (Via Da Vinci, 21, Lesina). Se a sua preferência é pelas muçarelas de búfala, então a La Bufalara (Contrada Pontone, Lesina) será uma parada obrigatória.

Lesina 9

Os queijos maravilhosos da Agricola del Fortore.

O que e onde comer em Lesina

Enguias. Não tem como falar de Lesina e não falar de enguias. Onde quer que você vá, qualquer que seja o restaurante ou casa de um morador da cidade, o prato forte vai ser sempre enguias, afinal é o produto principal do lago. Nos quatro dias que passei em Lesina comi esse peixe em vários modos diferentes: assado na brasa, frito, ensopado de enguia, carpaccio de enguia…

Enguias

Pratos de enguia

Le Antiche Sere (Via P. Micca, 22, Lesina)

Entre os arcos e as colunas de pedra e o ambiente acolhedor do interior, ou num esplêndido terraço a poucos metros da lagoa (imagino que maravilha no verão!): aqui é muito difícil escolher onde se sentar. E também é difícil escolher os pratos do chef Nazario: alici empanadas, camarão de laguna frito com creme de tomate verde, enguias com batatas e lampascioni, fritura mista de peixe. Tudo uma delícia e perfeito para quem busca pratos mais requintados.

La Cruna del Lago (Via Isonzo, 64)

Vontade de pizza? No La Cruna del Lago é possível saborear pizzas realizadas com ingredientes típicos do Gargano, como a salicórnia (uma espécie de planta marinha). As pizzas são deliciosas e o chef pizzaiolo Vincenzo D’Apote venceu inúmeros campeonatos de pizza. Vale a pena!

RistoBar Acquarotta (Località Acquarotta)

Outra ótima experiência gastronômica que tive em Lesina foino RistoBar Acquarotta. O lugar é adorável, fica no Bosco Isola e é rodeado de vegetação e tem vista para o lago Lesina. O restaurante fica dentro de um gazebo, mas é muito acolhedor, bem conservado e com uma visão ampla da paisagem fantástica que o rodeia. Fomos recebidos pelo Sr. Alberto, sempre muito gentil e atencioso, que nos explicou que a culinária deles é baseada no pescado do dia e que os pratos são todos preparados no momento. Tudo excelente !

Lesina 6

Mercado do peixe de Lesina, na beira do lago.

Outras dicas

  • Se você estiver pensando em ir para as Ilhas Tremiti, Lesina pode ser um ponto de parada. O Centro Visite Lesina da cidade está trabalhando em um projeto que permitirá aos turistas aproveitar os dois lugares – ilhas Tremiti e Lesina – em um único pacote. Em breve vamos ter post sobre as Ilhas Tremiti também, fiquem de olho!
  • Saiba mais sobre o Centro Visite Lesina – Centro de Visitantes do Parque do Gargano: www.centrovisitelesina.it

Mais dicas

Saiba mais

* Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

♦ Mapa                                                                                     

 

blogtrip

Nota: Eu participei desta viagem de imprensa como convidada pelo Centro de Visitante de Lesina, Puglia. Este post faz parte de uma série de textos baseados nas minhas experiências durante esta viagem. Todos serão identificados. Não recebi dinheiro para escrever, não tenho nenhum vínculo de obrigações de produção de textos, divulgação de mídia social, portanto tenho total liberdade editorial.

 

The following two tabs change content below.
Patrícia Kalil
Patricia Kalil, graduada em administração de empresas, mora na Sicília desde 2007 e é autora do blog Descobrindo a Sicília. Ela deixou o calor e as festas de Salvador para abraçar as belezas de outro lugar tão acolhedor quanto a Bahia e mergulhou na cultura e na história milenar da Sicília. Apaixonada desde sempre por viagens e pela língua e cultura italiana, acabou unindo o útil ao agradável e decidiu espalhar aos quatro ventos que a Sicília merece ser vista.
 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.