Por

Sedutora e aristocrática, Lecce (pronuncia “Letche“) é uma cidade que parece modelada nas suas pedras douradas.

Repleta de belos edifícios históricos e animada com as irresistíveis vibrações italianas, Lecce muitas vezes é chamada de “Florença do sul”, mas não gosto deste apelido, aliás, não gosto de apelidar nenhuma cidade com o nome de outra. Cada cidade é única, e Lecce também é, uma jóia imperdível na Puglia.

Então, aqui estão minhas dicas do que fazer em Lecce, uma das cidades mais bonitas da Itália. Aproveite!

O que ver em Lecce

O centro histórico de Lecce não é grande e a maior parte das ruas é fechada para o trânsito de veículos. Por isso, este é um passeio que se faz a pé! Veja abaixo algumas das principais atrações da cidade.

Passeios em português

Conheça nossas opções de tours privativos em português na Puglia!

 

A Piazza del Duomo e a Catedral

Duomo de Lecce

A Catedral de Lecce com suas duas fachadas

A Piazza del Duomo de Lecce (Praça da Catedral) é um espaço aberto enorme que contrasta com as vielas estreitas do centro histórico. A praça é particularmente encantadora ao entardecer, quando os tons dourados do pôr do sol se refletem na pedra clara que é característica da cidade.

Detalhe da fachada da catedral

A Catedral de Lecce é lindíssima. O mais interessante do Duomo é que ele tem duas fachadas: uma voltada para o centro da praça e outra voltada para o lado. Além da Catedral, a praça também abriga o Campanile (Torre do Sino), o Palácio do Bispo e o Seminário, todos os quais são exemplos requintados da arquitetura barroca de Lecce.

 

As demais igrejas

Fachada da Igreja de San Giovanni Battista (São João Batista)

A Catedral de Lecce não é a única igreja da cidade. Na verdade, há várias delas. De desenhos barrocos ornamentados a estruturas simples, há 22 igrejas nos arredores do centro histórico.

Portanto, seria quase impossível andar pelas ruas de Lecce e NÃO ver uma igreja. A maioria é aberta ao público e vale a pena dar uma olhada em seu interior devido aos detalhes impecáveis e à arte centenária. Entre elas, destacam-se as igrejas de Santa Chiara, Sant’Irene, San Giovanni Battista e San Matteo.

 

O Anfiteatro Romano e a Praça de Sant’Oronzo

Anfiteatro romano de Lecce

Lecce é o lar de um anfiteatro romano que data do século II, uma obra-prima da era do imperador romano Augusto. O anfiteatro foi descoberto por acaso em 1901, por operários que trabalhavam em algumas obras de construção.

Embora ele tenha sido escavado e restaurado, a característica mais impressionante do anfiteatro é que somente um 1/3 dele pode ser visto, pois o restante está enterrado sob as ruas e edifícios de Lecce. O anfiteatro está situado na Praça Sant’Oronzo, uma das preferidas dos habitantes locais.

Antiga praça do mercado de Lecce, a Piazza Sant’Oronzo é dominada pela Colonna di Sant’Oronzo, uma coluna de 29m de altura dedicada ao santo padroeiro da cidade.

A Piazza Sant’Oronzo também é dominada pelo Palazzo del Seggio ou Sedile, a antiga sede da prefeitura municipal, com seus arcos e loggias.

 

O que fazer em Lecce

Além de ver igrejas e monumentos, não deixe de apreciar a culinária local, tomar um bom vinho, curtir as praias que ficam nas cidades vizinhas, enfim, se perder pelas vielas de Lecce!

Descubra os portões da parte antiga da cidade

Porta San Biagio

Lecce já foi uma cidade cercada por fortes muralhas defensivas. Estas, infelizmente, não sobreviveram à passagem implacável do tempo, mas já três dos portões da cidade velha, sim.

O mais antigo dos três portões é a Porta Rudiae, que está situada na parte leste de Lecce. A porta que vemos agora foi construída em 1703, quando o portão original desabou em algum momento do século XVII.

A entrada mais ao sul do centro histórico de Lecce é a Porta San Biagio. Hoje em dia, esta última ainda funciona como uma importante porta de entrada, desta vez para a área onde bate o coração da vida noturna de Lecce.

Por último, mas não menos importante, Porta Napoli é, talvez, a mais impressionante de todas. O portão, que antes marcava o ponto de partida da estrada para Nápoles (daí seu nome), domina a vibrante Piazzeta Arco del Trionfo. Também vale a pena conferir o obelisco de Lecce que fica logo em frente à Porta Napoli.

 

Prove o delicioso pasticciotto leccese

Foto: Frédérique Voisin – FlickR

O pasticciotto é o doce típico de Lecce. Você pode encontrá-lo em padarias, confeitarias, cafés, restaurantes e também no café da manhã de hotéis da região.

Trata-se de uma espécie de bolinho amanteigado feito ao forno e recheado com creme, que pode ser de baunilha, pistache, amêndoas ou mesmo Nutella.

A dica é comê-lo quentinho, assim que sai do forno!

 

Passeie sem rumo e faça umas comprinhas

A Via Palmieri é uma concentração de arte e história que o leva da Porta Napoli, o arco triunfal erguido em homenagem a Carlos V até a cênica Piazza Duomo.

De rua em rua cresce a sensação de que andar em Lecce é uma arte: transita-se entre arquiteturas que parecem cenários teatrais, com praças e pátios que se abrem de repente para encorajar encontros, paradas, diálogos, contemplação. Uma cidade que se assemelha muito aos seus habitantes, com um caráter aberto, alegre e gentil.

É bom lembrar que Lecce ainda segue a velha tradição da siesta da tarde. Lojas e restaurantes fecham entre 14h e 17h. No entanto, no início da noite, tudo reabre e os locais voltam a encher as ruas.

 

Não deixe de tomar um “gelato”

Gelato em Lecce

Uma dica de sorveteria em Lecce é a Natale, considerada o “templo do gelato” pelos habitantes locais – e a Lonely Planet a chama de a melhor sorveteria de Lecce. Eu fui, experimentei e realmente é um gelato que vale a pena. Natale é uma gelateria que fica quase sempre lotada, então é bom ter um pouco de paciência. Outra boa sorveteria em Lecce é a Crem.

Ambos lugares indicados são também confeitaria, com bolos lindos, spumoni (gelato moldado em camadas com chantilly e frutas cristalizadas) e mattonelle (um tipo de bolo de sorvete). Se você for tomar um café, não deixe de combiná-lo com um pasticciotto!

 

Explore as cidades litorâneas mais bonitas da Puglia

Otranto

Otranto

Por último, mas não menos importante, Lecce é uma boa base para explorar algumas das mais belas cidades do sul da Puglia. Gallipoli, Otranto, Leuca, essas são só algumas dicas de lugares para conhecer a partir de Lecce.

A região é cheia de cidadezinhas de praias, algumas das quais são descontraídas e tranquilas, enquanto outras são super turísticas e lotadas. No entanto, todos elas têm uma coisa em comum: são inegavelmente charmosas!

 

Aproveite para fazer uma degustação em masseria

Degustação na Masseria L’Astore

Toda a Puglia é cheia de masserias, um tipo de fazenda típica dos séculos XVI e XVII, que hoje em dia são vinícolas, produtores de azeite ou até mesmo hotéis.

A cerca de 30 minutos de Lecce fica a Masseria L’Astore, uma vinícola que produz Negroamaro, Primitivo e outros vinhos típicos do sul da Puglia, bem como azeite extra-virgem. Vale a pena dedicar um tempo para fazer uma degustação lá.

Preço da visita e degustação: a partir de 25 euros por pessoa – é necessário reservar
Masseria L’Astore
Via G. di Vittorio, 1 – Cutrofiano Lecce, Italia
t: 0836 542 020
e-mail: info@lastoremasseria.it

 

Quanto tempo ficar em Lecce

Para aproveitar ao máximo sua viagem a Lecce, considere passar pelo menos um dia e meio ou dois dias lá. Além de todas as coisas incríveis para ver em Lecce, a cidade também é uma excelente base para explorar toda a região (neste caso, fique mais tempo!).

Por último, mas não menos importante, Lecce é muito charmosa à noite, quando a melhor maneira de experimentar o ambiente único do centro histórico é se juntar aos locais para a famosa passeggiata, um passeio pelas ruas pitorescas da cidade que os italianos apreciam antes do jantar.

Enfim, decididamente a Puglia não é um lugar para visitar com pressa.

Lecce

Como chegar a Lecce

É possível chegar a Lecce de trem, ônibus ou carro. O aeroporto mais próximo perto de Lecce é o Aeroporto de Brindisi, que fica a cerca de 50km da cidade.

A estação ferroviária de Lecce está localizada um pouco fora do centro da cidade, a cerca de 10 minutos a pé da Porta Rudiae.

Mas se você for alugar um carro, lembre-se que o centro histórico de Lecce é quase todo ZTL (zona de trânsito limitado), portanto não será possível circular de carro por várias ruas. Por este motivo, é sempre bom procurar um hotel com estacionamento, ou caso faça apenas m bate e volta, veja no Google Mapas onde estão os estacionamentos de Lecce. Uma dica são as áreas de estacionamento que ficam próximas à Porta Napoli.

Enfim, caso chegue pelo Aeroporto de Bari e deseje ir até Lecce, nós temos serviço de transfer particular. Saiba mais.

***

Então, você já está planejando sua própria viagem a Lecce, a Florença do Sul? Se for assim, lembre-se de que Puglia é uma região encantadora com muitos tesouros esperando para serem descobertos. É por isso que encorajamos você a passar pelo menos uma semana explorando toda a região do Salento e não só!

A Puglia ainda é um paraíso para viagens lentas, então deixe a pressa de lado. Você não vai se arrepender!

 

Mais dicas

  • Procura experiências únicas na Itália? Veja nosso guia
  • Procura hotéis na Itália? Veja a lista de hotéis testados por nós ou veja preços no Booking
  • Faça um passeio particular com Guias em Portuguêsveja aqui – e aproveite mais a viagem.
  • Procura Transporte na Itália? temos serviço de Van com Motorista e barcos.
  • Faça uma sessão fotográfica na Itália e fique uma recordação única da sua viagem. Veja aqui.
  • Aprenda a cozinhar com um italiano, uma experiência imperdível! Aula de culinária particular na Itália, diversão garantida. Roma, Toscana e Piemonte

Saiba mais

 

Tags:
 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.