By

Sabe aqueles vilarejos de casinhas brancas, escadarias, roupas no varal, vielas estreitas e senhoras sentadas na porta de casa? Foi exatamente este cenário que encontrei ao adentrar o centro histórico de Cagnano Varano, cidadezinha do Gargano, no norte da Puglia.

A parte mais moderna da cidade é como uma outra qualquer, mas juro que assim que passamos o portão que faz parte do Palazzo Baronale e que dá acesso ao centro histórico, o tempo parece que havia parado ali décadas atrás. Crianças brincavam na rua, senhoras conversavam sentadas na porta da suas casas, tipo cena de filme italiano dos anos 50. Poderia ter ficado lá por horas!

Cagnano

E essas duas irmãs vestidas quase iguais?

Cagnano foi fundada em torno do ano 1000. Terra de camponeses e pastores, no passado Cagnano foi um dos primeiros centros habitados do Gargano. Durante a Idade Média, a cidade foi cercada por muros, cujos vestígios ainda são visíveis hoje, que protegiam o núcleo residencial.

Ao longo dos séculos, o centro tornou-se um feudo de algumas famílias, das quais um testemunho permanece no Palazzo Baronale, uma antiga fortaleza normanda, renovada várias vezes ao longo dos anos, também chamada “Casale”, a porta de entrada para a cidade.

Cagnano Varano 6

Porta de entrada do centro histórico de Cagnano Varano, sob o Palazzo Baronale.

Uma vez passado pelo arco do Palazzo Baronale, a gente chega a uma praça pitoresca, decorada com bandeirolas, de onde você podemos explorar cada ruela de Cagnano.

Cagnano Varano 7

Se você atravessar o Palazzo Baronale e o Palazzo Signorile chegará à Igreja de Santa Maria della Pietà, a principal igreja da vila.

Interessante que toda a população nos observava. Afinal Cagnano Varano não é uma cidade turística, apesar de ter todo potencial para ser (a mesma coisa aconteceu em Ischitella, e contei sobre isso AQUI). A um certo momento eu estava tirando algumas fotos quando uma senhora bem idosa começou a falar comigo em um dialeto incompreensível. Ela fazia perguntas, mas até hoje não sei o que ela queria saber… 😀

Cagnano Varano 8

Ao passear pelo vilarejo, de repente surgem vistas  magníficas para os arredores e para o Lago de Varano. Cagnano está em uma colina, a 165m de altitude.

Cagnano Varano 1

Uma informação importante: em Cagnano não há hotéis, por isso é aquele lugar para o turista de passagem de gostaria de ver uma aldeia diferente, peculiar, típica do sul da Itália.

Cagnano 2

Cagnano Varano faz parte também do percurso “Micaelico”, que é um conjunto de lugares ligados ao culto de São Miguel Arcanjo no Gargano. Para os devotos, são lugares por onde o arcanjo teria passado. Outros lugares são, por exemplo, Monte Sant’Angelo e San Giovanni Rotondo. Cagnano faz parte do percurso Micaelico por causa da sua gruta de São Miguel Arcanjo.

 

A Gruta de São Miguel Arcanjo em Cagnano Varano

Sabiam que na Puglia existe uma outra gruta de São Miguel, bem menos conhecida do que aquela de Monte Sant’Angelo? Pois, ela é uma das curiosidades ligadas a Cagnano Varano.

Cagnano Varano 2

Reza a lenda que nesta gruta o Arcanjo Miguel apareceu pela primeira vez a um pastor que havia perdido um boi. Segundo a tradição, enquanto um pastor cuidava de seus animais, um boi escapou e entrou em uma caverna por um buraco. O pastor fez um grande esforço para tirá-lo de lá, mas não conseguiu. Daquele buraco, no entanto, ele viu o arcanjo São Miguel aparecer no meio de uma grande luz.

O pastor imediatamente correu para a aldeia para contar a todos o que havia acontecido. Quando a população chegou ao local, abriram o buraco da caverna, procuraram em todos os cantos, mas São Miguel já não estava mais lá. No entanto, eles encontraram as asas do arcanjo e as pegadas de seu cavalo.

Cagnano Varano 3

Gruta de São Miguel Arcanjo em Cagnano Varano.

Eles decidiram continuar a busca seguindo as pegadas do cavalo, que os levou até a Fonte de São Miguel, onde o arcanjo, com sede, aproximou sua boca na superfície da rocha e subitamente jorrou água fresca e pura dela. Todos os habitantes tiveram então a oportunidade de extrair água da nascente dali.

Dentro da caverna humilde e atrás do altar sagrado corre uma fonte de água considerada milagrosa para a vista. A caverna está localizada em Contrada Puzzone, a 900 metros da costa sul do Lago Varano e a 2,5 km de Cagnano Varano, a cerca de 100 metros acima do nível do mar.

Cagnano Varano 4

A fonte de água dentro da gruta.

A gruta de São Miguel em Cagnano Varano abre das 9 às 12h e das 15 às 18h30 (somente até as 17h entre 1º de outubro de 31 de março).

 

O Lago de Varano

O lago Varano, localizado logo após o lago Lesina, ao norte da península do Gargano, é um lago de água salobra separado do mar por uma longa faixa de terra que é, de fato, uma ilha. Esta faixa de costa é coberta de dunas costeiras, vegetação mediterrânica e uma extensa praia, por vezes estreitas por vezes um pouco mais profundas.

Lago de Varano

Nas margens do Lago de Varano.

Varano é o maior lago costeiro do sul da Itália e assim como o de Lesina, ele está conectado ao mar por dois canais curtos através dos quais acontece uma troca com água salgada do mar. Esta característica faz com que muitas espécies de peixes marinhos sobrevivam dentro nele, por isso o Lago de Varano é um verdadeiro triunfo para a pesca, oferecendo a oportunidade de pescar o sargo, robalo e outros tipos de peixes marinhos com muito mais facilidade do que no mar. No lago de Varano há também uma grande criação de mexilhões.

 

O Museu do Território

O “Museu do Território e Cultura da Lagoa” abriga uma coleção de artefatos, documentos, fotografias e ferramentas de pesca fascinantes da Antiguidade até os dias de hoje. Um belo filme ilustra as peculiaridades imperdíveis do território.

Cagnano Varano 5

O Museu do Território de Cagnano.

O museu do Território funciona às segundas, quartas, quintas e sábados, das 8h30 às 12h30. Mais informações aqui.

 

Como chegar a Cagnano Varano

Para ir a Cagnano Varano, utilizamos o trem da Ferrovia del Gargano, a partir de Apricena. A viagem dura 30 minutos, durante os quais podemos apreciar a típica paisagem da Puglia, com tantos olivais, mar e montes. É um trem panorâmico e a viagem é muito agradável.

Cagnano 3

Trem da Ferrovia del Gargano.

 

Mais dicas

Saiba mais

* Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

♦ Mapa                                                                                     

 

blogtrip

Nota: Eu participei desta viagem de imprensa como convidada pelo Centro de Visitantes de Lesina, Puglia. Este post faz parte de uma série de textos baseados nas minhas experiências durante esta viagem. Todos serão identificados. Não recebi dinheiro para escrever, não tenho nenhum vínculo de obrigações de produção de textos, divulgação de mídia social, portanto tenho total liberdade editorial.
The following two tabs change content below.
Patrícia Kalil
Patricia Kalil, graduada em administração de empresas, mora na Sicília desde 2007 e é autora do blog Descobrindo a Sicília. Ela deixou o calor e as festas de Salvador para abraçar as belezas de outro lugar tão acolhedor quanto a Bahia e mergulhou na cultura e na história milenar da Sicília. Apaixonada desde sempre por viagens e pela língua e cultura italiana, acabou unindo o útil ao agradável e decidiu espalhar aos quatro ventos que a Sicília merece ser vista.
Tags:
 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.