By

3

Veja alguns artesãos que você deve conhecer na sua próxima visita à região Marche, que retratam a identidade artística local.

Na minha útlima viagem à região Marche conheci alguns artesãos muito interessantes, apresentados pela Luisa Donati, proprietária do Palazzo Donati, onde fiquei hospedada. Foram locais interessantes e inspiradores. De grande parte deles eu trouxe uma lembrança que conservo na minha casa com muito carinho.

artias marche_1

Uma forma de conhecer a cultura local é conhecendo os seus artistas, seus artesãos, que realizam o verdadeiro “made in Italy” do tradicional ao mais moderno. A arte é uma chave de leitura muito interessante para viajar pela Itália, e conhecer a produção artística local é uma forma de contato mais próxima de como a tradição foi mantida e também de como ela foi modificada e modernizada.

Então vamos a minha lista de artesões preferidos desssa viagem.

Leia também: Roteiro entre Toscana e Marche: descobrindo a simplicidade da “dolce vita italiana”

1.Carpegna: Tecidos com stencil de madeira esculpidos à mão

Marche artistas_17

Na minha lista, um dos artesãos mais espetaculares desta viagem foi sem dúvida Emmanuele e a sua Antica Stamperia Carpegna. Ele é a sexta geração que trabalha com tecidos pintados com stencil de madeira esculpidos à mão, e pintados com uma tinta realizada com farinha, vinagre balsâmico e ferrugem, uma receita passada de geração em geração. Tão artesanal, feito assim desde 1800!

No final do século XIX, o pano impresso à mão foi usado não só para enriquecer mesas, camas, janelas e quartos da casa, mas também para embelezar o gado durante as feiras, costume que assegurou em Carpegna a sobrevivência e a disseminação da arte da Antica Stamperia.

DCIM100GOPROGOPR1468.

Por seis gerações a impressão antiga de Carpegna produz tecidos com esse tipo de stencil, mantendo o método da xilogravura. Ao entrar no laboratório, é possível admirar as velhas prateleiras com centenas de madeira esculpidas, são as diferentes matrizes, que marcam a sucessão das gerações. Os moldes utilizados, juntamente com a pasta de coloração (de dor ferrugem, e do azul ao verde), são usados para decorar tecidos.

Dentro da loja você pode ver é como são realizados esses produtos originais, que com atenção, cuidado e originalidade são feitos. Alguns moldes antigos com padrões ornamentais trazem à mente o que foi impresso em toda a Europa no início do século XIX, os desenhos eram inspirados em figuras geométricas, florais ou animais que fazem parte do rico património iconográfico popular.

Clique abaixo para abrir a galeria de fotos

Vinagre, farinha e ferrugem são usados na fabricação da pasta de coloração. A receita do composto é secreto e cada artesão como Emanuele mantém em segredo uma espécie de patente sobre a fórmula completa. Para impressões à ferrugem o ingrediente principal é o ferro oxidado, enquanto que para as outras cores que fazem uso de bases minerais. vinagre de vinho, farinha de trigo e ferros enferrujados também são os ingredientes de uma receita antiga, que remonta mais de 300 anos, e ainda é a base da impressão tradicional. Os produtos moldados por oxidação têm um desenho visível em ambos os lados dos próprios tecidos graças à cor que, como uma oxidação do ferro, de fixa nas fibras do tecido.

Marche artistas_21

Graças a esta técnica, a impressão em fibras naturais, tais como algodão e linho, é resistente a qualquer tipo de lavagem, mesmo as mais agressivas como a água sanitária. Na loja Antica Stamperia Carpegna bem como fazer impressões com os antigos matrizes originais, também é possível personalizar uma matriz para o cliente.

Marche artistas_14

Para fazer a impressão, a pasta corante é espalhada sobre uma almofada, enquanto o tecido a ser impresso é colocado em uma mesa acolchoada. Ele então mergulha o molde no corante e, em seguida, aplica-o sobre o tecido batendo com um martelo bem pesado (veja vídeo). Depois de alguns golpes é carimbado e ele pode continuar com as decorações até que tenha concluído o desenho. Depois de dias de secagem ao sol, a cor típica “marrom ferrugem” é fixada com soda cáustica ou com o “Ranno”, uma antiga lavagem à base de água fervente e cinzas, para torná-lo resistente ao tempo e a todos os tipos de lavagem: uma técnica artesanal verdadeiramente original!

Antica Stamperia Carpegna, cria toalhas de mesa, panos de prato, jogos americanos, cortinas, roupa de cama em vários tipos de tecido, como linho e cânhamo. Essa técnica antiga foi transmitida durante várias gerações, mantendo a tradição do Made in Italy. Também no centro de Carpegna há uma loja da Stamperia.

2. Casteldurante: a maiólica

Mercatello palazzo donati_16
” …e la piccola tavola del tè era pronta con tazze e sottocoppe in maiolica di Castel Durante, antiche forme d’inimitabile grazia…” Gabriele D’Annunzio (Il Piacere – libro I)

Em 1500, Casteldurante, juntamente com Urbino e Pesaro, produzia as mais belas maiólicas (ou majólica é o nome dado à faiança italiana do Renascimento, inspirada a princípio na tradição hispano-mourisca) do Renascimento. Na cidade naquela época havia mais de 40 fornos e 150 maiolicari (artistas da maiolica), e muitos mestres abriram oficinas no resto da Itália e até mesmo no exterior, levando ao mundo a sua arte preciosa. É muito importante que ainda se mantenham as técnicas, a extraordinária riqueza de ânforas e pratos istoriati, que são pratos desenhados que narram uma história.

Marche artistas_8

Casteldurante em 1636 mudou de nome, passou a ser Urbania, e por 2 séculos escultores talentosos e pintores continuaram a tradição, renovando a arte com “a elegância das formas e a bondade da mistura.” Em Urbania hoje novas oficinas reavivam as cores e a extraordinária riqueza dos vasos e pratos que contam histórias.

Marche artistas_11

A cerâmica Casteldurante é um tesouro que não se perdeu com o tempo, pois importantes coleções dessas obras-primas do passado são preservadas, por exemplo, na seção do Museu Cívico e da Cerâmica Museu diocesano de Urbania. Além disso, o Centro Social Ceramic Art Cipriano Piccolopasso oferece aos artistas e entusiastas a oportunidade de melhorar suas habilidades artísticas, alimentando a abertura de novos laboratórios, enquanto a Associazione Amici della Ceramica  promove a arte antiga com cursos de cerâmica e exposições.

É possível visitar ali uma das mais bonitas lojas de Maiólicas da cidade, a Antica Ceramica Casteldurante de Gilberto e Giuliano, que trabalha com grandes artefatos, maiólica istoriati, raffaellesche (inspiradas nos desenhos de Rafael) e, seu laboratório tornou-se um pequeno museu, que com certeza vale a sua visita.

Eles ainda são os fornecedores oficiais do Museu do Louvre, onde fazem copias de maiolicas renascentistas para a venda direta ao museu.

3. Urbino: Cerâmica Sigilata

Em Urbino se encontra um artista que trabalha com a cerâmica sigilata com influência da técnica Raku Japonese, é escultor Marcello Pucci.

Marche artistas_7

A cerâmica sigilata (selada) é um tipo de cerâmica destinada a ser usada como serviço de mesa. Sua principal característica é uma pintura vermelha, mais ou menos clara e decoração em relevo, moldadas, estampadas ou aplicadas. Alguns exemplares apresentam alguns impressos na cerâmica, como sigilos (sigili em italiano) do qual deriva seu nome, sigilata.

Marche artistas_6

A chamada vernice (tinta) é conseguida através da decantação da argila em água, onde é adicionado um elemento floculante que facilita a precipitação de calcário na parte inferior e a suspensão de partículas de feldspato, que constituem o elemento de argila “vidrado”. A cor do recipiente acabado depende da técnica de cozimento que pode ser com boa oxigenação, favorecendo assim uma cor vermelha, ou a redução de oxigênio, realizando um elemento preto com reflexos metálicos.

Na nossa visita ao seu atelier, Marcello Pucci mostrou as criações, o seu forno, como ele decanta a argila e como produz as suas peças. Ele ainda dá aulas de cerâmica e vende suas peças.

4. Mercatelo sul Metauro: escultura e pintura

Montestigliano Palazzo Donati_35

Visitei a casa e atelier do escultor italiano Pasquale Martini, um verdadeiro refúgio em meio ao verde. Ele nos mostrou um pouco do seu trabalho, explicou suas obras que ali estavam expostas e contou um pouco da sua vida.

Achei tão fabuloso poder ter a honra de ouvir do próprio artista a sua inspiração e a explicação das suas obras, realmente foi um momento mágico. Ele recebe alunos do mundo inteiro no decorrer do ano para um estágio.

 

Informações:

Antica Stamperia Carpegna di Emanuele Francioni
Via Carivoglia, 8 – 61021 Carpegna (PU) Italy
Tel +39 333 36 29 293 – www.anticastamperiacarpegna.it
E-mail: info@anticastamperiacarpegna.it
Loja:  Via Roma, 45 – 61021 Carpegna (PU) Italy
Ceramica d’Arte Antica Casteldurante
Piazza Cavour 4
Urbania 61049
Tel: +(39) 0722 317573
www.ceramicacasteldurante.it
ceramica.casteldurante@libero.it
Escultor: Marcello Pucci
Via Valério 3, Urbino
www.marcellopucci.com
Escultor e pintor: Pasquale Martini
Podere Campolungo 10-
-61040 Mercatello sul Metauro (PU)-
Tel/Fax:0039-0722-89962 – Cell:0039-377-2323131 – Cell2:0039-338-8013620
E-Mail: arteart@pasmart.it
http://www.pasmart.it

blogtour

Nota: Eu participei desta viagem de imprensa como convidada pela família Donati, proprietário de MontestiglianoVilla Pipistrelli Palazzo Donati, e Nancy Klabil. Este post faz parte de uma série de textos baseados nas minhas experiências durante esta viagem. Todos serão identificados. Não recebi dinheiro para escrever, não tenho nenhum vínculo de obrigações de produção de textos, divulgação de mídia social, portanto tenho total liberdade editorial.

 

Mais dicas

Saiba mais

* Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

♦ Mapa                                                                                     

[]

Tags:
 

Deixe uma resposta

4

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.