Por

A Festa do Torrone de Cremona é um festival dedicado a um dos produtos característicos da cidade, que também é famosa pelos esplêndidos violinos que produz. São nove dias de festa inteiramente dedicados ao doce, deixando no ar um intenso perfume!

Eu visitei Cremona justamente durante o período da festa, em 2016. Deyse, coincidentemente, esteve presente na Festa do Torrone de Cremona de 2015, então por dois anos consecutivos o Itália para Brasileiros esteve lá. Agora em 2019, a festa acontece de 16 a 24 de novembro e compreende uma série de exposições, apresentações e degustações dedicadas a esta delícia.

Festa do torrone de cremona

Como é a Festa do Torrone de Cremona

São nove dias de shows especialmente dedicados ao doce. O centro histórico de Cremona hospeda dezenas de stands de doceiros provenientes de toda a Itália, não somente de Cremona, onde é possível provar torrones em todas as suas variedades: chocolate, pistache, torrone gelado, de café, limoncello e assim por diante. Receitas únicas feitas com ingredientes naturais de alta qualidade.

Roteiro Gastronômico Lombardia e Piemonte

Em Cremona, na festa do torrone

Além das barraquinhas de torrone, há oficinas de preparação do doce, artistas de rua, showcooking e muito mais. As ruas de Cremona ficam super movimentadas nos dias desse evento maravilhoso.

Tudo é destinado a dar uma sensação aos sentidos – dos pratos especiais oferecidos pelos restaurantes (sempre à base de torrone!), a alguns doces comemorativos criados por bares históricos. Até mesmo o Museu do Violino, nos dias da festa, apresenta uma programação especial com apresentação de violinistas. Enfim, tudo gira em torno dos produtos de excelência da cidade.

Tem torrone de nutella…

O destaque do festival é o desfile com mais de 150 personagens históricos vestindo trajes renascentistas. Jogadores de bandeira, percussionistas, senhoras e cavaleiros, arqueiros e bobos da côrte desfilam pelas ruas de Cremona, do Largo Bocacinno até a Piazza del Comune, onde ocorre a encenação do casamento de Francesco Sforza e Bianca Maria Visconti.

Tem até violino gigante feito todo de TORRONE!

Consulte AQUI a programação da Festa do Torrone de Cremona de 2018

Curiosidades sobre o torrone de Cremona

Há muitas lendas sobre as origens do torrone, mas um documento histórico diz que, no dia 25 de outubro de 1441, um doce similar a ele foi servido no banquete de casamento de Bianca Maria Visconti e Francesco Sforza, em Cremona. Teria sido a primeira aparição do torrone na Itália.

Segundo o documento, as celebrações de casamento ocorreram na praça principal de Cremona e duraram três dias e três noites. A família Visconti pediu aos chefs confeiteiros para criar um novo doce para a ocasião. Os cozinheiros então prepararam um bolo denso e duro feito de mel, amêndoas e claras de ovos. O objetivo era fazer uma sobremesa que fosse longa e retangular, semelhante ao famoso campanário da catedral de Cremona. Eles chamaram o doce de “Torone”, que se assemelha à palavra torrione, ou seja uma torre grande.

Como é feito o torrone de Cremona

O torrone é feito com clara de ovo, mel, açúcar e frutas secas, que podem ser amêndoas torradas, avelãs ou outros tipos de nozes. Para preparar o torrone, coloca-se as claras de ovo e o mel são colocados em uma panela grande e misturados rapidamente, até formarem uma pasta densa e branca. Esse procedimento é chamado “sbianchimento”, ou seja, clareamento. Em seguida, a mistura é aquecida e cozida lentamente, mexendo sempre (isso pode levar entre 8 e 11 horas!).

Uma pequena quantidade de açúcar é adicionada, antes de incorporar as amêndoas torradas ou avelãs, as quais devem estar na mesma temperatura da mistura. Então, podem ser adicionados sabores como baunilha frutas cítricas. A mistura é esticada à mão e colocada em moldes de madeira revestidos com um invólucro comestível que cobrirá o torrone (sabe aquele papelzinho?). Depois de frio, o torrone é cortado na forma desejada.

O torrone de Cremona possui o reconhecimento de qualidade IGP e tem duas versões, a clássica, mais durinha, ou a soft, que é mais macia, com base na quantidade de ovo utilizada.

O que mais a gente vê nas vitrines são violinos de torrone. É um ótimo presente para levar para os amigos e lembrar de Cremona e suas tradições.

 

Algumas dicas sobre a Festa do Torrone

  • Aproveite para comer um risoto de torrone (delícia, juro!) em um dos restaurantes da cidade. Eu amei o do Restaurante Il Violino.
  • Veja a programação de concertos do Museu do Violino. Tem sempre eventos especiais nesta época!

Eu amo torrone e me senti em um parque de diversões. A melhor parte da festa foi passear pelas barraquinhas, experimentando aqui e ali. Voltei com a mala cheia de doces, sem culpa e feliz!

 

 

 

Mais dicas

Saiba mais

 *Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

2 Comments

  1. Conceição de Maria Pereira Carmo/OskarAlbimBertram / 18/10/2018 at 21:16 /Responder

    Boa tarde. Entrando no Googlo procurando a Cidade de Calábria(Itália),adorei ver informações sobre a referida Cidade em Tela,assim bem com sobre a Cidade de Cremona(eu não sabia que e Cdiade dos Violinos e do Torrone.Parabéns à Patricia Kalil,pela bela matéria.

    • Patrícia Kalil / 31/10/2018 at 16:24 /Responder

      Olá Conceição,

      Que bom que gostou das minhas matérias. Fico feliz!

      Um abraço,

      Patricia

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.