By

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Email this to someonePrint this page

O Passito de Pantelleria é um vinho completamente diferente de tudo que você já provou, conheça um pouco sobre esse vinho produzido na ilha de origem vulcânica na Sicília.

vinhedos da uva Zibibbo

Vinhedos da uva Zibibbo

Leia ainda os outros textos sobre Pantelleria:

O Passito tem uma longa história, era já produzido no século II a.C., e é possível chegar a esta conclusão porque Magone, general do exército de Cartago descreveu toda a sua produção.

É um vinho cheio de curiosidades e a primeira  delas é quanto à sua plantação. Desde 24 de Novembro de 2014, a Unesco incluiu a “prática agrícola tradicional de cultivar a videira à alberello“, característica da comunidade de Pantelleria, na lista do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade.

Pantelleria 2_28

Esta prática tradicional de cultivo da videira com o sistema chamado alberello foi transmitida por gerações de viticultores e agricultores da ilha mediterrânea de Pantelleria.

Grande parte dos habitantes da ilha possui um lote de terra, que cultivam com método sustentável. A técnica  da plantação da videira à alberello consiste em várias etapas, mas a principal é aquela da poda, pois o tronco principal da videira deve ser cuidadosamente podada para produzir seis ramos, formando um arbusto com uma disposição radial, dando assim essa característica de plantação “à forma de pequena árvore”.

Pantelleria 2_35

Viticultores e agricultores de Pantelleria, homens e mulheres, praticam o cultivo da videira à alberello em condições climáticas difíceis. O conhecimento e as habilidades dos agricultores e profissionais se transmite de geração em geração nas famílias através da instrução oral e prática no dialeto local.

Além disso, os rituais e festivais que se realizam em julho-setembro permitem às comunidades locais compartilhar a prática. Os habitantes de Pantelleria continuam a identificar-se com o cultivo de uva e se esforçam para preservar essa prática.

Pantelleria 2_29

Porém a plantação à alberello é comum em vários vinhos produzidos em Pantelleria que possuem a DOC, como: Passito di Pantelleria, Moscato di Pantelleria, Pantelleria Moscato liquoroso, Pantelleria Moscato spumante, Pantelleria Moscato dorato, Pantelleria Passito liquoroso, Pantelleria Zibibbo dolce, Pantelleria bianco, Pantelleria bianco frizzante, Moscato di Pantelleria naturalmente dolce, Moscato passito di Pantelleria, Moscato passito di Pantelleria liquoroso, Moscato passito di Pantelleria liquoroso extra.

Mas esse texto é sobre o Passito, então vamos às suas características…

 

Características:

O Passito de Pantelleria é um vinho DOC, portanto deve respeitar as regras do seu Disciplinare, ou regulamento em português, que impõe que somente pode ter o nome Passito di Pantelleria DOC o vinho produzido na ilha e com 100% uva Zibibbo. Ainda há um regulamento específico sobre a plantação e produção, que explico abaixo.

Pantelleria 2

O Passito é um vinho moscatel, e as suas uvas passam por um processo de apassimento, palavra que não encontra tradução em português. É um processo onde a uva é colocada ao sol para diminuir a concentração de água e naturalmente aumentar a concentração de açúcar. A uva não vira uma uva passa, pois esse período de apassimento não é longo, dura de uma a quatro semanas.

Por ser produzido em uma ilha, a uva dá uma característica refrescante e aromatizada ao vinho, quase um perfume de mar.

  • cor: amarelo dourado, tende ao âmbar
  • perfume: aroma fresco, típico do moscatel
  • sabor: doce, aromático, agradável

É um vinho que acompanha muito bem doces, ainda melhor doces secos como biscoitos de amêndoas, frutas vermelhas. Ótimo também para acompanhar queijos com ervas.

vinícola em Pntõlleria

Vinícola em Pantelleria

Dos Passitos que eu experimentei, 2 são meus favoritos:

Passito de Pantelleria

Shamira da Cantina Basile – Foto: cantinabasile.com

Passito de Pantelleria

Passito de Pantelleria da Florio – Foto: wikipedia commons

Como é produzido

  • A colheita das uvas deve ser efetuada somente manualmente e acontece entre agosto e setembro (depende do tempo). Após a colheita, as uvas são colocadas em caixas de madeira ou plástica para o transporte.
  • Passa-se ao processo de apassimento, é um processo onde a uva é colocada para diminuir a concentração de água e naturalmente aumentar a concentração de açúcar.O cachos são colocados para apassir em longas fileiras colocadas sobre telas, diretamente na terra, em locais bem arejados e são  giradas 2 ou mais vezes por dia, para conseguir um apassimento homogêneo. Esta fase dura de 1 a 4 semanas, e o peso da uva diminui de 75%, enquanto a concentração de açúcar varia entre 25 a 55%. Veja no vídeo abaixo como acontece, pule diretamente para o minuto 1.51:

  • Processo de fermentação: a uva é colocada em um mosto fresco em fermentação, produzido por uma segunda colheita. A uva seca se reidrata em contato com o mosto e cede todo o açúcar. A fermentação termina depois de mais ou menos 1 mês, levando a temperatura para 4/5°C.
  • A prensagem ocorre depois de mais ou menos oito semanas após o processo de apassimento, geralmente inicia no fim de Dezembro e vai no máximo até a semana santa.
  • O vinho depois passa por um processo de envelhecimento que pode durar de 15 a 18 meses. Depois de engarrafado, pode ser vendido somente depois de 6 meses, para que envelheça mais um pouco na garrafa.
Pantelleria 2_54

O transporte um pouco “fora da norma” que eu encontrei ali

Visite uma vinícola:

Para conhecer mais sobre o processo de produção, colheita e degustar o vinho, eu aconselho visitar uma vinícola.

Pantelleria 2_63

Na minha visita à ilha eu visitei a Cantina Basile, paguei 15 euros por pessoa por um rico aperitivo ao pôr do sol. Além de ter comido muito bem, degustamos, além do Passito de Pantelleria, que tem o nome de Shamira, outros 2 vinhos que a vinícola produz, um deles com a uva zibibbo, a mesma que produz o passito, porém não doce, mas um vinho branco, chamado Sora Luna e o Seleccione 41, vinho tinto, realizado com Cabernet Franc.

quitutes para acompanhar o vinho

quitutes para acompanhar o vinho

A vinícola é de condução familiar e os proprietários, Fabrizio e Simona é que nos recebem, contam um pouco da história da família, do vinho e servem a degustação, nos deliciando com histórias sobre a produção e colheita da uva.

O Passito deles é tão bom que eu comprei logo uma caixa (sério, não é propaganda), por isso recomendo mesmo a visita. Beber esse vinho, na tranquilidade de Pantelleria, vendo esse pôr-do-sol maravilhoso foi o ponto alto da minha viagem, sem dúvidas!

Pantelleria 2_65

E se você não leu a primeira parte deste texto, veja aqui: Ilha de Pantelleria: relax, amor e vinho

Informações:
Cantina Basile
C.da Bukkuram S. Michele – 91017 Pantelleria – TP
Phone: +39 0923.917205 – site

 *Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

 

♦ Mapa                                                                                     

tag: Vinho: Apaixone-se pelo Passito de Pantelleria
The following two tabs change content below.
Deyse Ribeiro
Deyse Ribeiro mora na Toscana desde 2008, onde é guia de turismo habilitada, autora do blog Passeios na Toscana. Ela trocou as colinas de Minas pelas colinas do Chianti, o queijo mineiro pelo pecorino e a cachaça do interior pelo vinho Brunello, deixou pra trás o diploma de advogada e começou uma vida nova “sob o sol da Toscana”. Entende o complexo mundo do turismo na Itália, é especialista em trufas (tartufo), estudante de sommelier profissional, e apaixonada por arte e história.
 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.