By

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Email this to someonePrint this page

Uma cidade dividida entre o moderno e o antigo e que convive em harmonia com esse contraste, essa a primeira impressão ao se chegar em Bérgamo Baixa e seguir para Bérgamo Alta.

Bérgamo Baixa ou cidade baixa é a parte moderna da cidade onde a moda, o design e a vida mais agitada divergem de Bérgamo Alta ou cidade alta, parte antiga circundada pelos muros venezianos, maior marca do passado na cidade. A parte alta é a mais importante, cheia de tesouros arquitetônicos, artísticos e lindas ruelas estreitas e pitorescas, uma viagem no tempo.

14489522_10154072476443666_886475886_o

Bérgamo Baixa vista pelos muros venezianos

Bérgamo fica na Lombardia, região no Norte da Itália, a 50 km de Milão. Situa-se em uma colina com vista para planície, montanhas, rios e vales verdes que circundam os muros venezianos da cidade alta, uma das fortificações mais monumentais com 5,3 km de extensão, 4 portas de entrada ( S. Agostino, S. Giacomo, S. Alessandro e Garibaldi), construída pela República de Veneza que dominou a cidade por muito tempo no passado. A construção teve início em 1561 e terminou em 1588.

Muitas pessoas fazem bate e volta de Milão para Bérgamo, sim é possível, mas eu indicaria dormir ao menos uma noite na cidade alta e aproveitar com calma todo o clima romântico e medieval que envolve o lugar, visitar os pontos turísticos principais durante o dia e se perder nas ruelas antigas à noite, é uma experiência incrível! Além da vida noturna agradável, as pessoas saem para um aperitivo, um passeio em ruas principais como a Via Gombito, a Via Bartolomeo Colleoni e o coração da cidade alta, a Piazza Vecchia, que concentra as maiores atrações turísticas locais e o famoso Caffè del Tasso.14513731_10154074324818666_412288901_o

Passeios e pontos turísticos de Bérgamo Alta

Ao descer do funicular me deparei com a Piazza delle Scarpe, ponto de saída para várias ruelas estreitas, entre elas a Via Gombito, linda de viver e que nos leva a Piazza Vecchia.

14513785_10154075217158666_223766109_o

Piazza delle Scarpe

Bérgamo Alta

Saída para ruelas na Piazza delle Scarpe

No caminho da Via Gombito para a Piazza Vecchia passamos na Torre del Gombito e no escritório de informações turísticas de Bérgamo (Uffici di informazione e accoglienza turistica I.A.T, existe um na cidade alta, um na cidade baixa e outro no aeroporto Orial al Serio de Bérgamo).

Bérgamo Alta

Via del Gombito com a loja de doces e frutas secas Nessi, a vitrine recheada com o doce mais tradicional de Bérgamo, o polenta e osei.

Torre del Gombito

Com seus 52 metros de altura, em pedra e estilo romântico, a Torre del Gombito foi construída  no século XII, na Via Gombito. Apresenta algumas aberturas em sua estrutura que comprova o fato de ter sido construída e usada para defesa militar. Até 1500 teve essa finalidade e depois em 1877 foi doada ao município, que a restaurou no início de 1900 e hoje é atração turística na cidade, são 263 degraus para subir. A visita é gratuita e precisa agendar antes.

14585791_10154077032673666_2108979806_o

Torre del Gombito no caminho da Via Gombito para a Piazza Vecchia

Piazza Vecchia

A Piazza Vecchia é a principal da cidade e por muitos séculos foi o centro representativo do governo local. É o coração da cidade, lugar onde todos se encontram, misturando os turistas com o povo local. No Centro da Piazza está a Fontana Contarini, ao redor o Palazzo Nuovo com a Biblioteca Angelo Mai, o Palazzo della Ragione e o Palazzo del Podestà e a Torre Civica ou Campanone.

Assim que cheguei na Piazza Vecchia fui surpreendida com um grande evento de paisagismo e muita festa de tarde até de noite, buffet para convidados, DJ, jogo de luzes. O tradicional Caffé del Tasso cheio e disputado (mas consegui a minha mesa para um aperitivo) e no final, após 22h, um desfile de moda e um jogo de luzes com feitos especiais nas paredes dos prédios ao redor da praça, ou seja, sensacional tudo isso em meio a um museu a céu aberto!

14599897_10154077685973666_1288527695_o

Piazza Vecchia em festa

Fontana Contarini

Fontana no meio da Piazza Vecchia com água geladinha para beber e se refrescar. Ela é datada de 1780 e construída em mármore de Zandobbio.

14551004_10154078525688666_516429014_o

Palazzo Nuovo e Biblioteca Angelo Mai

O Palazzo Nuovo foi criado para ser sede da prefeitura da cidade no passado, hoje abriga uma importante biblioteca local, a Angelo Mai. Sua arquitetura neoclássica se destaca com seu mármore branco.

14522343_10154078554718666_1137275391_o

Palazzo della Ragione

Edifício mais antigo da cidade, construído no final do século XII, adornado por elementos da renascença em sua fachada e do leão de São Marcos, símbolo de três séculos de dominação veneziana.

14585779_10154078577773666_145744775_o

Palazzo del Podestà

Também construído no século XII, é sede do Museo Storico dell’Età Veneta

14585639_10154078594908666_233628785_o

Torre Civica ou Campanone

Construída entre o século XI e XII pela família Suardi, tem 52,76 metros de altura, sendo a torre mais alta da cidade. Naquela época as famílias disputavam a sua importância construindo torres, quando mais alta mais importante seria a família, por esse motivo chamam Bérgamo de cidade das cem torres (outras cidades chamam assim também, entre elas Praga). Toda noite às 22h o sino do Campanone soa 100 vezes, recordando aos habitantes o toque de recolher  e fechamento das portas do muro veneziano, como de tradição no passado.

A vista do alto é linda, pude ver toda Bérgamo Alta e Baixa. Se pode subir de escada ou elevador, subi de elevador e o custo do ticket €3.

14522277_10154078616663666_1297897327_o

Campanone, seu acesso e elevador

14572609_10154078635688666_233521881_o

No alto do Campanone

Piazza Duomo

A Piazza Duomo é considerada o “sagrado” coração da cidade. Tem esse nome devido a imponente catedral localizada ali, Duomo (Cattedrale S. Alessandro). Antigamente essa era a praça principal, depois perdeu esse título para a sua vizinha Piazza Vecchia, aliás as duas são tão ligadas que parecem ser um só local.

Lá estão a Basilica di Santa Maria Maggiore, a Capella di Bartolomeo Colleoni, o Duomo (Cattedrale S. Alessandro) e o Battistero.

14599945_10154078660993666_1802165658_o

Vista mais bonita do alto do Campanone, com a Piazza Duomo e sua Basílica

Basilica di Santa Maria Maggiore

Foi construída em 1137 para que a Santa protegesse Bérgamo da peste negra. O exterior deslumbrante passa a ser simples perto da sua beleza interna com afrescos góticos, tapeçarias, além das peças em madeira feitas por desenho de Lorenzo Lotto (um dos principais pintores da época do renascimento veneziano) e confessionário barroco de Andrea Fantoni (famoso escultor). Ainda dentro tem um lindo órgão.

Na basílica estão os túmulos do grande professor Simon Mayr, maestro do ilustre e famoso compositor de ópera Gaetano Donizetti, orgulho de Bérgamo.

14600795_10154080347838666_148551657_o

 Capella di Bartolomeo Colleoni

A Capella fica ao lado da Basilica di Santa Maria Maggiore. Foi encomendada por Bartolomeo Colleoni em 1472 e feita por Amadeo (importante escultor, engenheiro e arquiteto italiano), é a maior representação do renascimento em Bérgamo, lá encontra-se o sarcófago de Colleoni, um nobre da época e bastante vaidoso pois a Capella Colleoni foi o modo de o fazer um imortal na memória da cidade. Existe uma lenda de que quem toca o brasão de Colleoni, vai ter boa sorte. Detalhe, o brasão dele tem uma representação de três testículos, Colleoni tinha uma anomalia e possuía três testículos de verdade e pelo jeito tinha orgulho disso.

14489773_10154080942128666_1918531863_o

Duomo (Cattedrale S. Alessandro)

Do século V é dedicada a S. Alessandro. Externamente tem estilo neoclássico e dentro estilo barroco, possui pinturas de Moroni, Tiepolo, Previtali, Ricci e uma capela dedicada ao Papa San Giovanni XXIII.

14600726_10154081630333666_1196088765_o

O Battistero

A Basilica di Santa Maria Maggiore foi por séculos o local que se fazia batismo em Bérgamo. Em 1340 construíram um batistério interno, que permaneceu até 1660, quando o rito batismal foi transferido para o Duomo. Em 1898 o batistério foi resconstruído em forma neogótica pelo arquiteto Viginio Muzio, na frente do Duomo. Dentro baixos-relevos com a vida de Jesus do famoso escultor Giovanni da Campione.

14551039_10154081695358666_399866580_o

Pratos típicos de Bérgamo: onde comer

Simples, naturalmente todas as cidades oferecem muitos pratos para se degustar, especialmente aqui na Itália, mas vou fazer um resumo de Bérgamo em dois pratos principais: casoncelli e polenta taragna. Como doce, o polenta e osei e o famoso gelato alla stracciatella, que foi inventado por Enrico Panattoni em 1961, proprietário da pasticceria Marianna, onde se deve degustar esse gelato.

Na Piazza Vecchia pedi informações a moradores locais sobre onde eu poderia provar o famoso casoncelli, em algum restaurante próximo, com boa cozinha e que fosse agradável. A indicação foi o simpático “Da Franco Ristorante Pizzeria”, ali ao lado, após a praça, na Via Colleoni.

14599671_10154083031898666_1283362155_o

Da Franco Ristorante Pizzeria

O casoncelli é um ravioli de massa fresca recheada, geralmente servido com manteiga derretida, bacon, alho, sálvia e queijo ralado. O recheio contém muitos ingredientes, entre eles pão seco, ovos, queijo, salame, carne assada, pêra, raspas de limão, alho, salsa e outras especiarias. É de comer rezandooooo!

14600773_10154083035558666_2088933308_o

Casoncelli, simplesmente divino!

O doce mais típico da cidade se chama Polenta e Osei, é uma espécie de pão de ló recheado com creme, chocolate e licor, um pássaro de chocolate em cima e açúcar de confeiteiro amarelo ao redor. Encontra-se facilmente em qualquer “pasticceria” da cidade, logo no início da Via Gombito tem a Messi, com uma vitrine toda em destaque com o doce.

14599913_10154083109478666_1013931057_o

Comprei um polenta e osei para comer no trem, no retorno para Milão, não deixaria de provar

Caffè del Tasso

O Caffè del Tasso, na Piazza Vecchia, é um dos mais antigos da Itália (1476). Conta a história que era ponto de  recrutamento de jovens que se uniam a Garibaldi. É um local imperdível para tomar um café, um drink, fazer uma refeição, apreciando toda a beleza da piazza e todas as riquezas ao seu redor.

14550785_10154083333413666_1241322229_o

Dica para os amantes de tartufo

Descobri essa loja enlouquecedora para quem gosta de tartufo, são produtos no geral aromatizados. Ao sair da Piazza Vecchia entrando na Via Colleoni se encontra fácil La Bottega del Tartufo, aproveitem, eu fiz minhas comprinhas.

14599726_10154083603933666_1431793596_o

Onde se hospedar em Bérgamo

Encontrei muitas opções em sites como o Booking para me hospedar em Bérgamo. Como era uma viagem curta e iria parar para dormir rapidamente, fiz opção por um B&B simples, mas muito bem localizado, no próprio prédio histórico do funicular, na Piazza delle Scarpe, em Bérgamo Alta, o Old Town Funicular.

14522253_10154083365858666_1079864188_o

Como chegar a Bérgamo Alta

A maioria dos turistas usa o tradicional funicular para subir a Bérgamo Alta, antes se deve pegar a linha ATB 1 de ônibus (comprei o ticket turístico de 24h) em Bérgamo Baixa e descer no ponto do funicular. Como fui para a cidade de trem, peguei o A1 no ponto perto da estação.

14550671_10154082765968666_678419621_o

Em Bérgamo existe esse funicular que pegamos para chegar na cidade alta e o funicular da cidade alta para San Vigilio e essa é uma dica para turismo na cidade também, subir até San Vigilio e ver do alto tanto Bérgamo Alta como Baixa.

Como ir a Bérgamo

As opções são avião, carro, ônibus e trem.

  • De avião através do aeroporto de Bérgamo Orio al Serio. Do aeroporto tem ônibus para o Centro de Bérgamo a cada 20 minutos e o trajeto dura cerca de 20 minutos também, com paradas na estação de trem, Porta Nuova, funicular e cidade alta.
  • De carro pegue a saída para Bérgamo na autoestrada A4 Milano – Veneza (no centro de Bérgamo Baixa e Alta observar áreas de tráfego limitado, bem como horários de fechamento em feriados e finais de semana do acesso a Bérgamo Alta). Aconselho deixar o carro na cidade baixa e usar transporte público.
  • De ônibus se pode viajar saindo das estações Cadorna ou Lampugnano de Milão, com mais ou menos uma hora de viagem ou até duas, dependendo do trânsito.
  • De trem se pode chegar de algumas cidades, eu utilizo a estação Milano Centrale de Milão, tem trem para Bérgamo em vários horários e de lá existe uma opçâo de ônibus também, mas apenas com destino ao aeroporto Orio al Serio, depois teria que pegar o outro ônibus ao Centro.

Mais informações

Ao chegar a Bérgamo, dirija-se ao escritório de informação turística da cidade e solicite todo material impresso disponível. O atendimento é bom e recebemos dicas, mapas, endereços, horários, preços, ou seja, tudo necessário para otimizar nosso roteiro turístico. São 3 escritórios (I.A.T), no aeroporto, na cidade baixa e na alta:

  • Bérgamo Alta na Via Gombito, 13 Tel. +39 035 242226 turismo@comune.bg.it
  • Bérgamo Baixa na V.le Papa Giovanni XXIII, 57 – Urban Center Tel. +39 035 210204 turismo1@comune.bg.it
  • Aeroporto de Bergamo Orio al Serio na parte de desembarque Tel. +39 035 320402 airport@visitbergamo.net

Site oficial da cidade: www.visitbergamo.net

Radio Taxi www.radiotaxibergamo.it +39 035 4519090

Existe depósito para guardar bagagem, verificar nos sites:

  • www.depositobagagli.it
  • www.orioaeroporto.it

Os horários dos restaurantes no geral são de 12h – 14h 30min almoço e 19h – 22h 30min jantar.

Bom passeio!😉

 

 

 

* Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

 

♦ Mapa                                                                                     

The following two tabs change content below.
Adriana Leite

Adriana Leite

Adriana Leite, graduada em Comunicação Social/Relações Públicas, com especialização em Administração e Marketing, vive em Genova, capital da Liguria. Criou e administra o grupo de informações turísticas e culturais sobre a Itália no facebook "Na Itália". Deixou a vida dividida entre o Brasil e a Itália e assumiu de vez a sua paixão pelo país da bota. Pretende agora através das suas viagens e experiências, mostrar ao mundo as infinitas riquezas históricas, culturais, arquitetônicas e gastronômicas do país eleito o mais belo do mundo.

11 Comments

  1. arlete / 10/10/2016 at 22:52 /Responder

    Minha amiga Adriana, que reportagem linda, completa, vc está de parabens. Vc foi fazer essa reportagem no dia em que eu estava em Milão, me lembro!
    Vc é fantastica, explica muito bem, bôa sorte nesse novo emprendimento!

    • Adriana Leite
      Adriana Leite / 11/10/2016 at 10:24 /Responder

      Obrigada Arlete, que bom que gostou

  2. Berenice Eliete machado / 09/04/2017 at 19:01 /Responder

    Adriana ameiiii tua explicação me pareceu q estava lá! Estou me programando pra ir a Bergamo breve! Vc foi no inverno? Tem que subir ladeiras ou andar por demais? Rsrs sou bem preguiçosa rsrs bji

  3. Adriana Leite
    Adriana Leite / 19/05/2017 at 19:03 /Responder

    Oi Berenice, desculpa, só vi sua mensagem agora. Não precisa caminhar tanto assim, mas um pouco sim e no caso aqui da Itália vai ser difícil que você não caminhe, o tipo de turismo no país é bem assim.
    Tem um pouco de ladeiras em Bergamo sim, mas sem exageros.
    Abraço, Adriana Leite

  4. Joelma Medeiros / 12/06/2017 at 15:47 /Responder

    Oi Adriana, tudo bem?
    Eu chego em Bergamo nesta sexta no período da tarde e gostaria de conhecer a cidade antes de ir pra Milão. Sabe me dizer se tem onibus pra Milão tarde da noite, tipo umas 23hrs?
    Obrigada

    • Patrícia Kalil
      Patrícia Kalil / 12/06/2017 at 22:39 /Responder

      Olá Joelma,

      Aqui quem te responde é Patricia. O último trem parte de Bergamo para Milão às 23h (antes dele tem um às 22h). Você pode olhar todos os outros horários aqui: https://www.lefrecce.it/

      Um abraço,

      Patricia

  5. Vera Braccaioli / 02/07/2017 at 19:30 /Responder

    Adriana, parabéns pelo blog. Vou em novembro para Bérgamo e já anotei todas as suas dicas. Gostaria de saber em que época você foi.

    • Patrícia Kalil
      Patrícia Kalil / 05/07/2017 at 08:53 /Responder

      Olá Vera,

      Aqui quem te responde é Patricia, uma das autoras do Itália para Brasileiros. O post é de autoria da Adriana, mas o blog não rsrs. Adriana visitou Bergamo no início do mês de setembro.

      Um abraço,

      Patricia

  6. Renata Tavares / 02/08/2017 at 21:06 /Responder

    Com essa riqueza de detalhes, botei no roteiro!

  7. TERESA CRISTINA DE SOUSA LIMA / 14/08/2017 at 03:00 /Responder

    Gostei muito daqui !!!! Parabéns !! Pretendo ir para a Italia em março/18. Começo em Veneza e Florenza.Consigo ir de Florenza para Bergamo direto ? Depois , dá para ir de Bérgamo para Lisboa ?

    • Patrícia Kalil
      Patrícia Kalil / 14/08/2017 at 10:54 /Responder

      Olá Teresa,

      Sim, é possível ir de Florença a Bergamo direto. Tem um trem direto da estação de Campo di Marte, mas na maior parte das opções é necessário trocar em Milão, nada de complicado. Você pode verificar todas as opções de trens na Rail Europe. Clique AQUI: http://www.raileurope.com.
      De Bergamo há voos diretos para Lisboa com a Ryanair.

      Um abraço,

      Patricia

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.