By

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Email this to someonePrint this page

O Santuário da Madonna della Corona, pertinho de Verona, é um lugar incrível, de silêncio e meditação, mas que parece pendurado na rocha. Quem conhece bem o lugar é o Andrea Pizzato, autor do blog Montagna di Viaggi, o qual convidamos a contar um pouco mais sobre este que é um dos santuários mais peculiares da Itália.

A pé até o Santuário da Madonna della Corona – Por Andrea Pizzato

O Santuário da Madonna della Corona, próximo ao Lago de Garda, é sem dúvida alguma um dos lugares mais sugestivos e místicos da Itália. É uma meta de peregrinação há séculos e é possível chegar lá a pé, através de uma trilha que parte da cidadezinha de Brentino Belluno (40km de Verona) e vai subindo em meio ao bosque. O desnível é de cerca 600m, com mais de 1500 degraus e se faz em duas horas de caminhada.

Até pouco tempo atrás este era o único modo para chegar lá em cima. Era necessário caminhar por horas, peregrinando e orando, mas, com a construção da estrada, tudo tornou-se mais simples: grupos, carros, motos, qualquer um pode chegar a este lugar mágico, suspenso entra a montanha e o céu.

Santuário Madonna della Corona

Foto: Andrea Pizzato

Aconselho, portanto, a todos os andarilhos e a quem quer viver do melhor modo possível esta experiência da subida ao Santuário da Madonna della Corona, a ir durante a semana ou nos meses da baixa temporada. Foi assim que eu fiz. Em uma bela quinta-feira de sol de maio, sozinho, peguei meu carro e cheguei até a cidade de Brentino, deixando o veículo estacionado no centro. De lá, segui as indicações para o santuário e depois de poucos minutos encontrei o início da trilha, o sentiero della Speranzaassim chamado porque quem o percorre, laico ou religioso que seja, o faz com a esperança de encontrar no santuário a força e a paz das quais precisa.

Santuário Madonna della Corona

Início do percurso. Foto: Andrea Pizzato

Santuário Madonna della Corona

Trilha sempre em subida. Foto: Andrea Pizzato

O percurso inicia com uma escadaria, mas depois os degraus vão sumindo, tornando-se uma verdadeira trilha. Sempre subindo, depois de poucos minutos cheguei até a Croce, um terraço panorâmico com uma grande cruz e uma belíssima vista para o Vale do rio Adige. Este terraço é ideal para retomar o fôlego depois dos primeiros trechos em subida.

Santuário Madonna della Corona

A cruz. Foto: Andrea Pizzato

Santuário Madonna della Corona

Vista para o Vale do Adige – Foto: Andrea Pizzato

Depois de um tempo, a trilha ladeia um trecho de rocha onde foi colocado um cabo de aço, nada de perigoso, mas ótimo para as pessoas menos acostumadas ou para quem tem medo dos trechos mais expostos. Ressalto que esta trilha é um percurso de peregrinação, portanto é muitas vezes frequentando por andarilhos menos experts ou menos em forma em relação aos participantes das mais comuns excursões de trekking.

Santuário Madonna della Corona

Um pouco de tempo para admirar o vale que vai se encaminhando na direção do Monte Baldo e a trilha para o Santuário da Madonna della Corona muda drasticamente. Uma escadaria em ziguezague nos leva sempre mais alto, com uma esplêndida vista para o vale. É sim, caminhei bastante!

antuário Madonna della Corona

Subindo sempre mais… caminhei bastante desde a cidadezinha lá embaixo. Foto: Andrea Pizzato

20160610 114430 01

A partir da Grotta della Pietà. Foto: Andrea Pizzato

Passei por uma pequena cavidade chamada de Grotta della Pietà e li o livro do peregrino com todas as assinaturas das pessoas que passaram por ali antes de mim. O assinei também e, novamente em subida, finalmente consegui ver o Santuário da Madonna della Corona. Que espetáculo!

Santuário Madonna della Corona

Primeira vista do Santuário da Madonna della Corona – Foto: Andrea Pizzato

Depois de tirar muitíssimas fotos, chegou a hora de enfrentear o último trecho do passeio atravessando a ponte del Tiglio, uma ponte de pedra que nos conduz até a entrada do santuário. Então, subi uma íngreme escadaria (mais uma), ladeada por capitéis, e cheguei à minha meta depois de cerca uma hora e vinte minutos de caminhada! Quase 40 minutos menos do tempo previsto!

Santuário Madonna della Corona

Cheguei! Foto: Andrea Pizzato

Santuário da Madonna della Corona

Foto: Andrea Pizzato

Todo o cansaço e o suor da subida desaparecem uma vez aos pés desta igreja. Uma atmosfera mística, entre a rocha e o céu, uma igreja construída no coração do Monte Baldo no século XVI, em um lugar inacessível, para celebrar a aparição da estátua de Nossa Senhora das Dores enquanto os turcos tomavam Rodi, onde a efígie era mantida.

A parte interna chama a atenção pela parede esquerda na rocha e pelos inúmeros quadrinhos ex-votos que os agraciados ofereciam como agradecimento. Restam somente uma centena, mas devia ter muito mais.

IMG 7632

Parte interna da igreja. Foto: Andrea Pizzato

Nada de refeição com strudel de maçã e canederli, mas somente um lanche rápido e um pouco de merecido descanso nos bancos com mesinhas construídas propositalmente para as pessoas que desejam fazer uma refeição rápida trazida de casa. Há também uma pequena lachonete com banheiros.

Para tirar as melhores fotos eu aconselho subir até a estrada que conduz à parada dos ônibus. De lá se tem a imagem mais bonita do Santuário da Madonna della Corona.

Santuário da Madonna della Corona

Foto: Andrea Pizzato

Tentei absorver a maior quantidade possível de energia positiva deste lugar e então iniciei o caminho de volta, percorrendo a mesma trilha da ida.

Terminou assim um passeio insólito para mim, que serviu para que eu me isolasse um pouco do mundo externo e buscasse, por um momento, um oásis de paz para os sentidos.

 

Sobre o autor

20430098 10203611103274592 6911063620212467513 nAndrea Pizzato nasceu em Veneza e depois de 15 anos rodando pelo mundo como agente de viagens, redescobriu sua grande paixão: as montanhas! Desde 2011 ele escreve o blog Montagna di Viaggi onde dá várias dicas de lugares para curtir as montanhas na Itália. Mesmo se você não souber italiano, visite o blog dele pois você poderá se apaixonar pelas lindas imagens!

 

Texto original: Andrea Pizzato
Tradução: Patricia Kalil

♦ Mapa                                                                                     

The following two tabs change content below.
Itália para Brasileiros

Itália para Brasileiros

2 Comments

  1. José Antônio Celia / 27/08/2017 at 14:06 /Responder

    Belíssima reportagem sobre este local maravilhoso e seus momentos místicos.

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.