By

Share on Facebook232Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Email this to someonePrint this page

Em uma região com um mar maravilhoso como a Puglia, um passeio de barco é quase obrigatório. E não poderia ser diferente no Gargano! Não vá embora de lá sem primeiro fazer uma excursão de barco ao longo da sua costa, onde você encontrará um dos tesouros mais preciosos deste território: as grutas marinhas e, claro, as magníficas praias caracterizadas por falésias e mar cristalino.

As grutas do Gargano foram escavadas ao longo dos séculos pelo mar e pela ação dos ventos. Antigamente esconderijos de piratas, cada uma delas se distingue por algo único, que pode ser a forma, a cor e por isso foram batizadas pelos antigos pescadores com os nomes mais bizarros. Há muitas grutas entre Mattinata e Vieste e, claro, o melhor modo para conhecê-las é fazendo um passeio de barco.

Gargano4

A Baia delle Zagare

Meu passeio iniciou na praia de Baia delle Zagare, em Mattinata, no trecho acessível a partir do Hotel Baia dei Faraglioni, onde fiquei hospedada por duas noites.

O nome “Baia delle Zagare” deriva da grande presença de limoeiros selvagens que crescem na região e “zagara” é o nome comum dado às flores de laranjeira e de limoeiros. Além das flores, a paisagem da Baia delle Zagare também se distingue pela presença de dois rochedos de calcário (faraglioni) que se elevam a partir do mar (daí o nome do hotel “Baia dei Faraglioni”). Estes faraglioni são tão espetaculares, que estão presentes em muitos cartões postais e chegam a ser considerados um símbolo do Parque Nacional Gargano. Em um dos rochedos há um arco esculpido pelo mar, é o Arco Magico.

grutas do Gargano

A praia de Baia delle Zagare, também chamada de Baia dei Mergoli ou Baia dei Faraglioni com seu lindo arco natural, o Arco Magico.

Passeio de barco no Gargano

Dali o barco, que tinha capacidade para cerca de 15 pessoas, prossegue na direção norte, deixando logo para trás guarda-sóis e espreguiçadeiras para mergulhar em uma paisagem bem mais selvagem.

Logo após partirmos da Baia delle Zagare, tendo o privilégio de admirar o Arco Magico a partir do mar, paramos em outra localidade belíssima, a praia de Vignanotica. Ela também é circundada por rochedos de calcário, e é conhecida também como a “praia dos albatrozes” porque ao anoitecer ali pousam os albatrozes-reais que constroem seus ninhos entre as rochas. Bastam pés de patos e uma máscara para descobrir a pouco metros de profundidade o fundo do mar cheio de peixes.

Vignanotica

Vignanotica

Todo o nosso passeio foi caracterizado por uma sequência de falésias, mar quase sempre em tons de verde esmeralda e, claro, numerosas grutas marinhas e arcos naturais, todos formados pela típica pedra calcária branca. Era possível avistar também belas praias douradas, super-equipadas ou desertas.

Gargano 8

Uma das grutas que conhecemos foi a fantástica Grotta dei Contrabandieri, caracterizada por um pequeno túnel que leva a uma saída secundária mais fácil, de acordo com lendas antigas, uma via de fuga para os contrabandistas e a Grotta Campana de 47 metros de altura, assim chamada por ter uma forma de sino.

Gargano3

Grotta dei Contrabandieri

Pouco depois da Grotta Campana, entramos na Grotta Smeralda ou “Grotta dei Pipistrelli” (Gruta dos Morcegos), chamada assim porque um grande número destes animais fazem ninho lá dentro.

Gargano6

Pouco mais adiante, fica a Grotta Sfondata Grande: duas entradas laterais antecipam um corredor que nos leva a uma gruta sem teto.

grutas do Gargano

No fundo da Grotta Sfondata tem uma prainha dourada e uma piscina natural!

Outras grutas são a Grotta dei due occhi, que possui dois buracos cortados na rocha, a Grotta dei Pomodori (gruta dos tomates) onde é possível ver muitos mariscos vermelhos agarrados às paredes, e, finalmente, na Grotta delle Sirene (gruta das sereias), que segundo uma lenda antiga era o lar de belas criaturas.

grutas do gargano

Não paramos para mergulho nas grutas, mas fizemos uma curta pausa na praia de Portogreco, caracterizada por suas rochas brancas, vegetação selvagem e mar cristalino.

Gargano 7

A prainha de Portogreco

A meta final do passeio foi Pugnochiuso, já perto de Vieste. Imersa no Parque Nacional Gargano, esta praia tem apenas 400 metros de comprimento, mas oferece uma visão grandiosa e incomparável, que tivemos a sorte de desfrutar graças ao passeio de barco.

Gargano1

Uma dica: Se você é apaixonado por trekking e tiver muita disposição, pode fazer este mesmo passeio via terra, pelo chamado Sentiero delle Quattro Spiagge (trilha das quatro praias): é uma caminhada de cerca 21 km, desafiadora, realmente para quem está acostumado a este tipo de esporte.

Gargano2

Um dos cartões postais do Gargano e da Puglia, o Arco de San Felice!

À descoberta das grutas do Gargano

Eu adorei este passeio e recomendo a quem visita Mattinata, Vieste, Peschici, enfim, as principais localidades do norte da Puglia. É o melhor modo para conhecer as Grutas do Gargano. Sei que muitas vezes as palavras são inúteis para descrever o quanto é interessante fazer um passeio desses, por isso aqui vai um resuminho em video com alguns momentos que registrei.

Informações

Eu fiz o passeio de barco com o Sr. Francesco, do Noleggio Barche Silvestri. O passeio durou cerca de 2h e, apesar de relativamente curto, foi ótimo. Nos foi servido um lanche com focaccia, frutas e até prosecco. Recomendo! Mais informações AQUI.

 

Nota: Eu participei desta viagem de imprensa como convidada pela Prefeitura de Mattinata, Puglia, no âmbito do projeto “POR Puglia Asse VI – Azione 6.8” para promover os destinos turísticos da Região Puglia. Este post faz parte de uma série de textos baseados nas minhas experiências durante esta viagem. Todos serão identificados. Não recebi dinheiro para escrever, não tenho nenhum vínculo de obrigações de produção de textos, divulgação de mídia social, portanto tenho total liberdade editorial.

 

WhatsApp Image 2017 06 21 at 22 30 24“Press trip organizzato dal Comune di Mattinata nell’ambito del bando POR Puglia Asse VI – Azione 6.8, per promuovere le destinazioni turistiche della Regione Puglia”.

WhatsApp Image 2017 06 21 at 22 30 41

The following two tabs change content below.
Patrícia Kalil
Patricia Kalil, graduada em administração de empresas, mora na Sicília desde 2007 e é autora do blog Descobrindo a Sicília. Ela deixou o calor e as festas de Salvador para abraçar as belezas de outro lugar tão acolhedor quanto a Bahia e mergulhou na cultura e na história milenar da Sicília. Apaixonada desde sempre por viagens e pela língua e cultura italiana, acabou unindo o útil ao agradável e decidiu espalhar aos quatro ventos que a Sicília merece ser vista.
 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.