By

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Email this to someonePrint this page

Conheça a fantástica Grotta di Castellana, uma das grutas mais espetaculares da Itália!

No coração da Puglia, a cerca de 40 km de Bari, fica este incrível sítio arqueológico descoberto em 1938 pelo espeleólogo Franco Anelli que caiu de uma fenda de rocha, revelando uma densa série de túneis que ligavam as enormes cavernas.

Eles tinham sido originalmente escavados por um rio subterrâneo e, depois de séculos, uma combinação de calcário e água transformou-se em estalactites e estalagmites surpreendentes. Anos e anos de estudos, e se descobriu um sistema de 3 km de extensão e 73 m de profundidade.

Hoje o passeio ao interno da gruta é feito somente acompanhados pelos guias locais. Há dois possíveis caminhos para visitantes:

  • um curto de 1 km, com duração de uma hora – 12 euros
  • e um longo. Este é o mais interessante, pois dá ao turista a oportunidade de apreciar todas as belezas do ambiente natural, dura em média 2 horas e se caminha por 3  km –  16 euros

A peculiaridade dessas cavernas dá aos visitantes uma experiência única!

itinerari jpg 800x339

É quase como um jogo, onde é preciso compreender o trabalho da natureza e com alguma imaginação, descobrir em cada pedra uma imagem ou um personagem pronto para ser descoberto. E durante o passeio é possível reconhecer algumas imagens como a “Loba Capitolina“, e percorrer corredores e cavernas, como a “Cavernone dei Monumenti“, a “Caverna della Civetta“, “Corridoio del Serpente” ou o chamado “Gran Canyon“, em particular pela sua cor vermelha por minerais ferrosos.

grotta della castellana puglia 4

A maior cavidade fechada da Grotta della Castellana, com mais de 40 metros de altura é a “Cavernone dei Monumenti“, assim chamada devido às estalagmites complexas que cobrem o solo, que são verdadeiros monumentos! Avançando ainda, você chega à “Caverna della Civetta” ou caverna das corujas, com uma pequena expressão de estatuetas reconhecíveis na base de um grupo de estalagmites. Após a “Caverna dei Precipici“, passando por corredores estreitos e cheios de pingos de água, você chega à “Caverna della Fonte”, que começa a abrir para o ramo lateral.

Faça um passeio na Puglia com o Roberto, um guia de turismo que fala português!

Continuando o passeio, se passa por uma passagem estreita entre as colunas e estalagmites, onde se encontra uma caverna chamada“Cavernetta del Presepe”, dentro da qual se encontra uma Nossa Senhora solitária. Além da imagem, há uma bifurcação, chamada a encruzilhada do Piccolo Paradiso, que leva à Caverna dell’Altare, onde é possível entrar na “Caverna del Precipizio” e depois o “Corridoio del Deserto”. Dali pra frente a paisagem muda ligeiramente, nas formas e cores, com ambientes mais iluminados e claros.

grotta della castellana puglia 11

Com a ajuda de dois guias que acompanham no passeio, se escutava apenas nossos passos e os gritos distantes dos morcegos, que cautelosos, nos seguiram sem serem notados!

O itinerário subterrâneo continua com uma visita à “Caverna del Duomo di Milano” e a “Caverna del Trono”. Neste ponto, você pode admirar as profundezas do inferno, como o guia chama a fenda de 15 metros, e a “Caverna della Torre di Pisa”, que tem esse nome por causa de uma coluna invertida.

grotta della castellana puglia 6

Não perca o espetáculo da água, com o “Laghetto dei Cristalli”, uma piscina de água límpida formada pelas gotas de água que escorrem pela caverna, e o “Corridoio Rosso”, onde a cor predominante é o vermelho por causa da notável presença de ferro na rocha.

Ainda à frente que se abre diante de nós a “Caverna della Cupola”, com sua cúpula semi-circular. Impossível não ficar boquiaberto com a “Grotta Bianca”, a Caverna Branca, uma bela caverna onde cristais brancos, estalactites, estalagmites e colunas de alabastro são as verdadeiras estrelas de um espetáculo único no mundo.

grotta della castellana puglia 12

Neste ponto do passeio, não há nada a fazer senão retraçar nossos passos, respirar uma última vez o ar subterrâneo e, em seguida, voltar à superfície.

Algumas dicas para visitar a Grotta di Castellana:

  •  A gruta fica a menos de uma hora de Bari
  • Vista-se adequadamente para as baixas temperaturas nas cavernas, a média é de 18 graus
  • Use sapatos adequados para altos níveis de umidade, como botas ou tênis com sola anti-derrapante
  • Uma lanterna daquelas pequenas pode ser útil
  • Fotos podem ser feitas somente até uma parte da gruta, depois passa a ser proibido.
  • Dentro não há banheiros, por isso recomenda-se a ir ao banheiro antes da visita (nota negativa: os banheiros estão localizados fora, mas você tem que pagar 50 centavos para usá-los! ).
  • Não são permitidos animais, você não pode entrar com carrinhos de bebÊ e a visita não é recomendada para quem tem problemas cardíacos. É aconselhável a quem viaja com crianças pequenas usar o canguru para bebê.

grotta della castellana puglia grotta della castellana puglia 2

Uma vez de volta à superfície, antes de deixar a área, faça um breve passeio na cidade de Castellaneta para uma caminhada, desta vez ao ar livre. Suas numerosas igrejas, como S. Leone Magno, ou a de Maria SS. della Vetrana são realmente interessantes, além da Torre do Relógio, que remonta a 1848.

Horário

Os horários de entrada para a Grotta della Castellana variam dependendo da estação. Durante o período de férias, julho e agosto, você precisa reservar com certeza! Nos outros, basta chegar com antecedência de ao menos 30 min e comprar o ingresso.

Para comprar online veja aqui.

Veja opção de tour guiado em grupo, saindo de Bari.

Veja a tabela de horários dos tours e as línguas que eles são feitos à direita.

ORARI 2017

Museo Speleologico “Franco Anelli”

Antes ir embora, porém, visitei o Museu Espacial de Franco Anelli alojado em uma estrutura feita de calcário local. Nesta área, encontramos uma série de painéis de informações sobre a espeleologia e karst (estudo do calcário), vitrines cheias de fósseis, minerais e testemunhos da pré-história.

 

Faça um passeio inesquecível de bike na Puglia – Pacotes e tours de 1 dia!

 

Show do inferno na caverna

Acontece ainda no local da gruta, o Hell in the Cave-Versi danzanti nell’aere fosco “. É um show realizado por 50 atores e dançarinos que dão vida a uma performance impressionante neste ambiente subterrâneo escuro, respeitando, naturalmente, suas características naturais. Veja este e mais eventos no local aqui.

 

Como chegar à Grotta di Castellana:

É possível chegar à Grotta di Castellana de várias maneiras:

  • De carro: É o mdoo mais conveniente, e desde Bari são 40km.
  • De trem –  pela Ferrovie Sud Est – veja site aqui:
    • de Bari: existem vários trans diários que ligam as duas cidades. A viagem demora pouco mais de 60 minutos, enquanto o preço do bilhete, uma maneira, é 2,80 euro. A distância de Bari para Castellana Grotte é de 39 km de distância.
    • de Taranto: você deve fazer uma troca de trem em Martina Franca antes de chegar ao destino final. A distância é maior (74 km), bem como a duração da viagem, estimado em menos do que duas horas. O custo do bilhete é de 5,60 euros.
    • de Putignano: leva apenas 8 minutos, são os seis quilômetros que separam as duas estações ferroviárias (bilhete de 1,10 euros).
    • de Alberobello. O trem dura em pouco mais de 30 minutos e o bilhete custa € 1,80.
    • de Lecce: você deve fazer uma troca de trem em Martina Franca. A distância é de 142 km e o preço do bilhete é de 10,50 €
  • De ônibus – com a Autolinee delle Ferrovie Sud Est – veja horários no site aqui
    •  de Bari: do Largo Ciaia de Bari, você chega ao seu destino em um tempo de 1:20h. A linha de referência é a 130 e o bilhete custa € 2,80.
    • A partir de Taranto demora cerca de 90 minutos. A partida é do Porto Mercantile, a linha  é a 130, e o bilhete custa €4,90.
    • também é possível iniciar a partir de Brindisi, mas não é a escolha mais conveniente, uma vez que é necessária a mudança de Bari. Seria no total de 4h de viagem.
  • Com um transfer particular: Outro modo de chegar á gruta de Castellana é com o conforto de um transfer privativo. Saiba mais.

 

* Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

 

♦ Mapa                                                                                     

 

The following two tabs change content below.
Deyse Ribeiro
Deyse Ribeiro mora na Toscana desde 2008, onde é guia de turismo habilitada, autora do blog Passeios na Toscana. Ela trocou as colinas de Minas pelas colinas do Chianti, o queijo mineiro pelo pecorino e a cachaça do interior pelo vinho Brunello, deixou pra trás o diploma de advogada e começou uma vida nova “sob o sol da Toscana”. Entende o complexo mundo do turismo na Itália, é especialista em trufas (tartufo), estudante de sommelier profissional, e apaixonada por arte e história.
Tags:
 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.