By

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Email this to someonePrint this page

A Lombardia é uma das maiores regiões da Itália, cheia de atrações que vão dos Alpes até a planície Padana. São lugares maravilhosos ideais para quem quer sair da rota conhecida. Um desses lugares é Lodi, que pode ser uma dica de bate e volta a partir de Milão.

Saindo da rota mais conhecida de quem viaja pelo norte da Itália, longe de cidades como Milão, Veneza e Verona, temos cidadezinhas charmosas e históricas. Dá para fazer um roteiro bem diferente, incluindo cidades pitorescas, como Cremona, Mântua, Monza, etc. No meu roteiro, que eu contei aqui, entraram Lodi e Cremona!

Lodi

Pelas ruas de Lodi

Curiosidades sobre a história de Lodi

Lodi era originalmente uma aldeia celta conhecida por um nome diferente durante a idade romana. Mais tarde, a localização geográfica de Lodi tornou-a uma cidade importante no famoso sistema rodoviário romano. Uma das principais características da cidade é, de fato, o rio Adda, que ao longo dos séculos tem contribuído para o desenvolvimento agrícola de Lodi.

Lodi e Milão foram por vários séculos cidades inimigas. Em 1111 a cidade foi quase completamente destruída pelos milaneses, embora o povo da cidade tenha resistido ferozmente. Em 1158 a cidade foi reconstruída no modelo em que encontramos hoje. Após esforços consistentes de ambas as partes, o tratado chamado “Paz de Lodi” foi assinado com Milão em 1454.

Outro episódio importante da história mundial também envolveu Lodi: foi ali que em 10 de maio de 1796 o exército de Napoleão Bonaparte entrou em confronto com a retaguarda austríaca do general Karl Philipp Sebottendorf que havia ficado na região para cobrir a retirada do comandante Jean-Pierre de Beaulieu. O episódio ficou conhecido com a Batalha de Lodi.

 

O que ver em Lodi

Quando cheguei em Lodi havia uma forte neblina (coisa que acontece frequentemente lá durante os meses do outono e inverno). Se por um lado a neblina cobria boa parte dos monumentos, por outro dava uma atmosfera bem peculiar. Meu passeio em Lodi durou uma manhã e metade da tarde, com direito a parada para almoço em um dos tantos ótimos restaurantes da cidade.

O centro de Lodi é pequeno e as atrações estão bem concentradas e é possível percorrer tudo a pé. Veja então as minhas dicas do que ver em Lodi.

IMG 6176

Lodi com neblina

Piazza della Vittoria

A Piazza della Vittoria é a praça principal de Lodi e você pode começar seu passeio lá. Ela foi eleita por algumas revistas de viagem como uma das praças mais bonita da Itália. A praça está rodeada por pórticos e existem vários edifícios importantes em torno dela, incluindo a Câmara Municipal, a Catedral, o palácio Vistarini e o palácio do Banco Popular de Lodi, que foi o primeiro banco popular da Itália.

Roteiro Gastronômico Lombardia e Piemonte

Lodi linda, sem neblina

Uma curiosidade: Além de ser linda, a Piazza della Vittoria é a maior praça de forma quadrada da Itália e uma das poucas a terem pórticos em todos os quatro lados.

 

A catedral de Lodi

Construída entre 1158 e 1284, a catedral abrange vários estilos arquitetônicos com uma fachada de estilo romano, um pórtico de estilo gótico e uma rosácea do período do Renascimento, a Catedral de Lodi (dedicada a Nossa Senhora da Assunção) é o monumento mais antigo da cidade e uma das maiores igrejas da Lombardia.

Lodi3

A catedral de Lodi

No interior da catedral há uma série de obras interessantes, como um mosaico de Aligi Sassu. Na cripta, a parte mais antiga da Catedral, se encontra um baixo relevo que retrata a Última Ceia, além do corpo e algumas relíquias do santo padroeiro da cidade, São Bassano.

 

Piazza Broletto

Logo ao lado da catedral fica a Piazza Broletto com o Palácio Municipal, onde fica a prefeitura da cidade. No centro da praça fica uma fonte octogonal em mármore rosa de Carrara que, na verdade, é a pia batismal da catedral do século XIV.

Lodi1

O efeito dos raios de sol e a neblina na Piazza Broletto

Devo dizer que não foi a praça em si a chamar a minha atenção, mas o efeito dos raios de sol que incidiam a neblina, passando por debaixo dos pórticos. Até o tempo ruim tem seu charme!

 

Santuário da Incoronata

A poucos metros da Piazza Broletto fica o Templo Cívico da Beata Vergine Incoronata, também chamado de Santuário da Incoronata. É a jóia da cidade de Lodi, reconhecida como uma das maiores obras-primas do Renascimento na Lombardia.

Desenhado por Giovanni Battagio, aluno de Bramante, o templo tem um plano octogonal e contém em seu interior – inteiramente decorado em azul e dourado – muitas obras de arte, como pinturas e afrescos que retratam anjos, figuras mitológicas e elementos florais. Ao lado do templo fica o Museu do Tesouro com vários objetos litúrgicos.

Lodi

O lindo interior do Templo Cívico da Incoronata

 

A denominação “templo cívico” é devido ao fato de que a propriedade sempre foi do Município – e não da Diocese – desde o momento da sua construção, a qual foi promovida pelos cidadãos e pelas autoridades de Lodi.

Lodi

A parte interna da cúpula

O santuário fica na Via Incoronata, nº 25 e abre às segundas pela manhã (de 9 às 12h) e de terça a domingo, das 9 às 12h e das 15h30 às 18h.

 

Onde e o que comer em Lodi

Lodi tem algumas boas opções de restaurantes, sobretudo que servem pratos típicos locais, simples mas deliciosos. Vinhos e queijos também são bons em Lodi e você pode querer experimentar os doces e sobremesas tradicionais disponíveis na cidade.

O queijo é um dos protagonistas da culinária de Lodi, especialmente o famosíssimo Grana Padano, o queijo mais consumido na Itália. O Grana Padano é um queijo duro símile ao parmesão, inclusive usado no mesmo modo.

Almocei na Osteria del Mercato, um restaurante simples mas que serve pratos deliciosos. A sensação foi, sem dúvida alguma, a “raspadüra”, um modo de servir o queijo Grana Padano, apresentando em lascas finíssimas, obtidas raspando o queijo com uma faca especial.

Lodi6

A raspadüra

Outro produto típico de Lodi é o queijo mascarpone original, o usado na preparação do Tiramisù. Vale também experimentar o pannerone, um queijo à base de nata e a tortionata, um doce típico à base de amêndoas e amaretti.

 

Outras dicas de Lodi

No outono, entre outubro e dezembro, acontece um evento em Lodi chamado Autunno Gastronomico. É o mais importante evento turístico de Lodi, e um dos principais eventos enogastronômicos da Lombardia. Saiba mais aqui.

Outro evento interessante é a festa de São Bassano, que acontece no dia 19 de janeiro. Durante a festa são distribuídos vinho brulê (quentão) grátis e pratos à base de tripa!

Lodi

No fundo, a igreja de San Filippo

 

Como chegar a Lodi

Lodi está muito bem ligado às outras cidades da Lombardia através de uma extensa rede ferroviária. A principal estação ferroviária está localizada perto do centro da cidade. Existem várias opções de trem todos os dias da semana a partir de cidades importantes da região, como Milão, Bolonha, Piacenza, Mantova e Cremona.

Veja as opções de trem AQUI.

Lodi

Bye bye Lodi

Mais dicas

Saiba mais

* Este post contém links para afiliados. Para ver nossa política de monetização, clique aqui.

 

 

♦ Mapa                                                                                     

Nota: Eu participei desta viagem de imprensa como convidada pelo órgão de turismo da Região Lombardia e da Região Piemonte, dentro do projeto #il360 de promoção da Lombardia e regiões limítrofes. Este post faz parte de uma série de textos baseados nas minhas experiências durante esta viagem. Todos serão identificados. Não recebi dinheiro para escrever, não tenho nenhum vínculo de obrigações de produção de textos, divulgação de mídia social, portanto tenho total liberdade editorial.

blogtour

The following two tabs change content below.
Patrícia Kalil
Patricia Kalil, graduada em administração de empresas, mora na Sicília desde 2007 e é autora do blog Descobrindo a Sicília. Ela deixou o calor e as festas de Salvador para abraçar as belezas de outro lugar tão acolhedor quanto a Bahia e mergulhou na cultura e na história milenar da Sicília. Apaixonada desde sempre por viagens e pela língua e cultura italiana, acabou unindo o útil ao agradável e decidiu espalhar aos quatro ventos que a Sicília merece ser vista.
Tags:
 

Deixe uma resposta

Style Switcher

Skin:

Backgrounds:

                       

You can also upload your own background from the Admin Panel.

Highlight Color:

             

Best viewed within the shop.

You can also create your own highlight color from the Admin Panel.